Tartaruga-das-galápagos-de-pinta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaTartaruga-das-galápagos-de-pinta
Lonesome George -Pinta giant tortoise -Santa Cruz.jpg

Estado de conservação
Status iucn2.3 EX pt.svg
Extinta (IUCN 2.3) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Testudines
Família: Testudinidae
Género: Chelonoidis
Espécie: C. nigra
Subespécie: C. n. abingdoni
Nome trinomial
Chelonoidis nigra abingdoni
(Günther, 1877)

A tartaruga-das-galápagos-de-pinta (Chelonoidis nigra abingdoni) foi uma subespécie de tartaruga terrestre endêmica da ilha de Pinta, nas ilhas Galápagos. O último indivíduo conhecido foi um macho denominado "Lonesome George" ("George Solitário", em português) que morreu no dia 24 de junho de 2012. Em seus últimos anos, foi considerado a criatura mais rara do mundo, e é tido como um forte símbolo para os esforços de conservação ambiental nas Galápagos e internacionalmente.[2] Recebeu seu nome em homenagem a um personagem interpretado pelo ator americano George Gobel.[3]

George foi visto pela primeira vez na ilha de Pinta em 1 de dezembro de 1971 pelo biólogo americano Joseph Vagvolgyi. A vegetação da ilha havia sido dizimada por cabras selvagens, e a população indígena de C. n. abingdoni foi reduzida a um único indivíduo. Remanejado, por sua própria segurança, para a Estação Científica Charles Darwin, George compartilhou o mesmo ambiente com duas fêmeas de subespécies diferentes, porém embora o acasalamento tenha ocorrido e ovos tenham sido produzidos, nenhum foi chocado com sucesso.

Estimava-se que George tinha entre 60 e 90 anos de idade, e estava gozando de boa saúde.[4] Um esforço mais intenso para exterminar as cabras introduzidas na ilha foi terminado, e a vegetação de Pinta está começando a retornar a seu estado anterior.

A presença de tartarugas descendentes de espécies mistas em torno do Vulcão Lobo, na vizinha ilha Isabela, sugere a presença recente de pelo menos um indivíduo da tartaruga-de-pinta em torno do vulcão. Um possível candidato a "puro-sangue" pinta, do sexo masculino e chamado de "Tony", vive num zoológico de Praga.[5]

Existe atualmente uma recompensa de 10 000 dólares para a descoberta de uma fêmea de tartaruga-das-galápagos-de-pinta.[6] [5]

Em 24 de junho de 2012, Edwin Naula, diretor do Parque Nacional das Galápagos, anunciou que "George Solitário" tinha sido encontrado morto. Suspeita-se que as causas da morte tenham sido naturais, devido a idade avançada, mas um necropsia para determinar exatamente a causa da morte deverá ser feita.[7] [8] [9]

Referências

  1. Tortoise & Freshwater Turtle Specialist Group (1996). Chelonoidis nigra abingdoni (em Inglês). IUCN 2012. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2012 Versão 1. Página visitada em 24 de junho de 2012.
  2. Henry Nicholls. Lonesome George: The Life and Loves of a Conservation Icon. Londres: Macmillan Science, 2006. ISBN 1403945764
  3. Reinaldo José Lopes. Resta um. Superinteressante. Página visitada em 5 de setembro de 2010.
  4. Joy at giant tortoise eggs (em inglês). BBC News (23 de julho de 2008). Página visitada em 5 de setembro de 2010.
  5. a b Simon Gardner (6 de fevereiro de 2001). Lonesome George faces own Galapagos tortoise curse. Página visitada em 5 de setembro de 2009.
  6. Frank J. Sulloway (28 de julho de 2006). Is Lonesome George Really Lonesome (em inglês). Página visitada em 5 de setembro de 2010.
  7. Last Pinta giant tortoise Lonesome George dies. BBC News (24 de junho de 2012). Página visitada em 25 de junho de 2012.
  8. Morre última tartaruga de subespécie observada por Darwin. Terra Notícias (24 de junho de 2012). Página visitada em 25 de junho de 2012.
  9. Morre ‘George Solitário’, a tartaruga gigante de Galápagos. O Globo (24 de junho de 2012). Página visitada em 25 de junho de 2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Répteis, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.