Tartrazina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estrutura química da tartrazina, C16H9N4Na3O9S2
Modelo de preenchimento de espaço da tartrazina - os íons de sódio são mostrados em violeta
Tartrazina
Alerta sobre risco à saúde
Tartrazine.svg
Tartrazine-3D-vdW.png
Nome IUPAC Trisodium (4E)-5-oxo- 1-(4-sulfonatophenyl)- 4-[(4-sulfonatophenyl)hydrazono]- 3-pyrazolecarboxylate
Outros nomes FD&C Yellow 5
Identificadores
Número CAS 1934-21-0
PubChem 6321403
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C16H9N4Na3O9S2
Massa molar 534.3 g/mol
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.


A tartrazina, também conhecida como E102, é um pigmento sintético pertencente ao grupo funcional dos azo-compostos (compostos orgânicos que apresentam nitrogênio em sua estrutura química), e que proporciona a cor amarelo-limão se utilizada como corante alimentar, por exemplo. É derivada do creosoto mineral, e possui solubilidade na água[1] e absorção máxima em solução aquosa de 427±2[2] nm. Seu uso mais freqüente se dá em condimentos (bala, goma de mascar, gelatina), como também em cosméticos e medicamentos.

Nos Estados Unidos e no Reino Unido, a tartrazina é muito utilizada em sua cor amarela, mas também é usada em combinação com os corantes E133 (Azul brilhante FCF) ou E142 (Verde S) para produzir vários tons de verde. O uso da tartrazina é banido na Noruega, e já foi banido na Áustria e Alemanha, antes do Conselho Diretivo da Comunidade Europeia 94/36/EC ter revogado o seu banimento.

No Brasil, a tartrazina tem o seu uso restrito e regulado pela ANVISA, que estabelece normas para sua aplicação em medicamentos, os quais devem possuir mensagem alertando sobre possíveis reações alérgicas em pessoas sensíveis à tartrazina, como a asma, bronquite e urticária[3] [4] . Entretanto, os estudos sobre os efeitos alérgicos da tartrazina ainda não são conclusivos, portanto optou-se por não individualizá-la dos demais ingredientes nos rótulos de alimentos (como ocorre com o glúten e a fenilalanina), mas apenas registrá-lo junto com os demais ingredientes[5] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. (em inglês) [1]
  2. (em inglês) [2]
  3. (em português) ANVISA. Medicamentos com o corante Tartrazina terão advertência Notícias.. Página visitada em 10 de agosto de 2007.
  4. (em português) ANVISA. RESOLUÇÃO - RE Nº 572, DE 5 DE ABRIL DE 2002 Legislação em Vigilância Sanitária.. Página visitada em 10 de agosto de 2007.
  5. (em português) ANVISA. Considerações sobre o corante amarelo tartrazina Informe Técnico nº. 30, de 24 de julho de 2007.. Página visitada em 10 de agosto de 2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.