Taslima Nasrin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nasrin Jahan Taslima de Rajab Ali
Taslima Nasrin
Nascimento 25 de Agosto de 1962 (51 anos)
Mymensingh,  Bangladesh
Nacionalidade Bangladesh Bengali
Ocupação Escritora e médica
Prémios Prémio Sakharov (1994)

Taslima Nasrin (Mymensingh, Bangladesh, 25 de agosto de 1962, nome completo Nasrin Jahan Taslima de Rajab Ali e Idul Ara) é uma médica e escritora bengali que posteriormente se tornou escritora feminista e que se descreve a si mesma como humanista secular.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

A partir de um modesto perfil literário em finais da década de 1980, conseguiu uma ascensão meteórica para a fama mundial nos finais do século XX pela sua grave e severa crítica do Islamismo - e da religião em geral - com a publicação do seu livro "Vingança". Devido às reiteradas ameaças à sua vida feitas por fundamentalistas islâmicos, Taslima teve que refugiar-se primeiro na Índia, mas a constante preocupação pela sua segurança também aí a obrigou a permanecer oculta e com paradeiro desconhecido durante vários meses sob uma estrita vigilância. Más tarde mudou-se para a Suécia e planeava regressar à Índia em finais de agosto de 2008.

Casamentos[editar | editar código-fonte]

Em 1982 enamorou-se do poeta Rudra Mohammad Shahidullah e fugiu de casa para se casar com ele. Divorciaram-se em 1986. Mais tarde casou com o jornalistta e editor Nayeemul Islam Khan e divorciaram-se em 1991. Nesse mesmo ano casou com Minar Mahmood, diretor do antigo semanário Bichinta, e divorciaram-se em 1992.

Prémios e distinções[editar | editar código-fonte]

Taslima recebeu diversos prémios em reconhecimento do seu compromisso incondicional pela liberdade de expressão. Alguns foram:

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Taslima Nasrin