Taxímetro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Taxímetro antigo, usado na Argentina.

Taxímetro é um aparelho de medida, mecânico ou eletrónico, semelhante a um odómetro, normalmente instalado nos táxis. Mede o valor cobrado pelo serviço, com base em uma combinação entre distância percorrida e tempo gasto no percurso. Foi inventado no século XIX pelo alemão Wilhelm Bruhn. A forma reduzida de "taxímetro" deu origem à palavra táxi.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O termo "taxímetro" foi introduzido na língua portuguesa mediante uma adaptação da palavra francesa taximètre, que data do início do século XX. Até 1905, porém, vigorava, em francês, a forma taxamètre, introduzida em 1901, por empréstimo do alemão taxameter - sendo esta, por sua vez, um termo híbrido de latim medieval (taxo: "taxar, pôr preço") e grego antigo (métron, em grego, μέτρον: "medida"). Por intervenção do helenista Théodore Reinach, a palavra taxamètre transformou-se em taximètre, para que o neologismo fosse constituído apenas de palavras gregas, ou seja, táxis (ταξἱς, que pode ter o sentido de contribuição ou imposto[1] ) e métron.[2]

Cobrança do serviço de táxi no Brasil[editar | editar código-fonte]

O valor da corrida depende da distância percorrida e do tempo que o carro fica parado. A cobrança da corrida do táxi começa no instante em que o passageiro entra no carro. Nesse momento, o taxímetro é ligado e exibe, no visor, o valor da tarifa inicial, que, no Brasil, é chamada "bandeirada".

O taxímetro é um microprocessador conectado a um odômetro - um aparelho que, preso ao eixo do carro, mede a distância percorrida. Quando o carro está em movimento, o microprocessador recebe pulsos elétricos do odômetro. Quando o carro está parado, o microprocessador conta apenas o tempo decorrido. Assim o valor da tarifa inicial vai sendo acrescido de um valor fixo por quilômetro percorrido e pelo tempo decorrido. No final do percurso, o taxímetro registra o preço da corrida, que será proporcional tanto à distância rodada como ao tempo gasto.

O valor de cada quilômetro rodado depende do dia da semana e da hora do dia. Na cidade de São Paulo, por exemplo, de segunda a sábado, entre 6 e 20 horas, vigora uma tabela básica - a chamada "bandeira 1". Das 20 horas às 6 horas, bem como aos domingos e feriados, vigora a "bandeira 2", segundo a qual tanto a tarifa inicial ("bandeirada") como o preço de cada quilômetro percorrido são 30% mais altos.

Os valores da bandeirada e do quilômetro percorrido, bem como o horário em que vigora a bandeira 2 em cada município são definidos pela prefeitura local, que é o poder concedente do serviço de táxi.

Referências

  1. DONNEGAN, James.. A new Greek and English lexicon Boston: Hilliard, Gray & Co., 1832. p. 1225. Books.google.com.
  2. Le Trésor de la Langue Française Informatisé (em francês) TLFi.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Taxímetro
Ícone de esboço Este artigo sobre transportes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.