Taxon Lazarus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esquilo-voador, um exemplo de espécie táxon Lazarus

Táxon Lazarus (ou Lazarus taxon em inglês) é o nome dado ao fenômeno paleontólogo onde certas espécies animais ou vegetais já consideradas extintas reaparecem.

O nome, Lazarus, provém do personagem bíblico Lázaro que, já morto, foi ressuscitado por Jesus Cristo. Logo após a redescoberta, o estado de conservação da espécie é crítico, por isso, geralmente, se extinguem completamente pouco tempo depois do "Táxon Lazarus".

Espécies Reencontradas[editar | editar código-fonte]

Listagem da IUCN[editar | editar código-fonte]

  • Plantas
  • Invertebrados
  • Anfíbios
  • Répteis
  • Mamíferos
    • Atopogale cubanus - acreditava-se que estava extinto até a redescoberta de espécimes vivos em 2003.
  • Aves
    • Celeus obrieni - considerado extinto depois que nenhum espécime foi encontrado desde sua descoberta em 1926, foi redescoberto em 2006.

Táxons fósseis[editar | editar código-fonte]

  • Celecanto (Latimeria chalumnae) considerado extinto há 80 milhões de anos atrás foi descoberto em 1938.
  • Rato-da-pedra-laociano (Laonastes aenigmaticus), membro da família Diatomyidae, que acreditava-se que estava extinta há 11 milhões de anos, foi encontrado em 1996 e classificado em 2005.
  • Gracilidris, gênero de formiga que acreditava-se que tinha se extinguido há 15-20 milhões de anos foi encontrada no Paraguai, Brasil e Argentina e descrita em 2006.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]