Tebaida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Provincia Thebais
Θηβαΐδα
Província Tebaida
Província do(a) Império Romano e Império Bizantino

293641
Location of Egito
A nova província da Tebaida num mapa da Diocese do Egito, ca. 400
Capital: Tebas (Tebaida e Tebaida I)
Ptolemais Hermiou (Tebaida II)
Período : Antiguidade Tardia
 -  Criação da Diocese do Egito 293
 -  Justiniano I subdivide a província em Tebaida I e Tebaida II 535
 -  Ocupação persa do Egito 612-628
 -  Conquista muçulmana do Egito 641

A Tebaida, Tebais ou Tebaide (em grego: Θηβαΐδα, Thēbaïda ou Θηβαΐς, Thēbaïs) é uma região do antigo Egito contendo os treze nomos mais meridionais do Alto Egito, de Abidos até Assuã. Ela adquiriu este nome por sua proximidade da antiga capital egípcia de Tebas.

Durante o Egito ptolemaico, a Tebaida formava um único distrito administrativo sob o epiestratego de Tebas, que também era responsável por vigiar a navegação no mar Vermelho e no oceano Índico.

Província romana[editar | editar código-fonte]

Durante o Império Romano, Diocleciano criou a província de Tebais (ou Tebaida), protegida pelas legiões I Maximiana Thebanorum e II Flavia Constantia.

Ela foi novamente dividida em Tebais Superior (Ἄνω Θηβαΐς - Anō Thēbaïs), também chamada de Tebais I, na metade meridional e com capital em Tebas, e a Tebais Inferior (Θηβαΐς Ἐγγίστη - Thēbaïs Engistē), também chamada de Tebais II ou Tebais Próxima, na metade norte e cuja capital era Ptolemais.

Por volta do século V d.C., por ser desértica, a Tebaida se tornou um lugar de refúgio de cristãos eremitas e foi ali que nasceu Pacômio[1] .

Sés episcopais[editar | editar código-fonte]

As sés episcopais da província e que aparecem no Annuario Pontificio como sés titulares são[2] :

Referências

  1. Wikisource-logo.svg "Thebaid" na edição de 1913 da Catholic Encyclopedia (em inglês)., uma publicação agora em domínio público.
  2. Annuario Pontificio 2013 (Libreria Editrice Vaticana 2013 ISBN 978-88-209-9070-1), "Sedi titolari", pp. 819-1013