Tecido conjuntivo denso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O tecido conjuntivo denso é a parte do tecido conjuntivo caracterizado pela abundância de fibras colágenas, o que lhe dá grande resistência. A disposição dessas fibras é a característica primordial para a classificá-lo como fibroso ou tendinoso. Fazendo assim parte do tecido conjuntivo propriamente dito. O tecido conjuntivo denso também referido como tecido conjuntivo fibroso possui como principal constituinte fibras colágenas, que são caracteristicamente brancas (a fresco) e formadas pela proteína colágeno, principalmente colágeno tipo I que as tornam-na muito resistentes.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Tendinoso ou modelado[editar | editar código-fonte]

Suas fibras estão orientadas paralelamente, tornando-o resistente, mas pouco elástico. Ele forma os tendões ou aponeuroses, que ligam os ossos aos músculos, e os ligamentos, que ligam os ossos entre si.

Fibroso ou não-modelado[editar | editar código-fonte]

Apresenta fibras entrelaçadas, tornando-o resistente e elástico, e impedindo-o de ter forma própria, moldando-se aos órgãos que reveste, como por exemplo: o baço, o fígado e os testículos.


Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Histologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.