Tecido glandular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O tecido glandular se origina do tecido epitelial e é responsável pela formação de glândulas que produzem secreções. É formado por lobos e ductos.[1] As glândulas podem ser classificadas como endócrinas (quando sua secreção vai para o sangue) e exócrinas (quando sua secreção vai para alguma superfície interna ou externa do corpo). Alguns exemplos de exócrinas são as glândulas sudoríparas que produzem suor, as sebáceas, que fabricam substâncias que lubrificam a pele e os pelos, as mamárias, lacrimais, salivares; e de endócrinas a hipófise e a tireoide. O pâncreas é classificado como glândula mista ou glândula anficrina, pois produz enzimas do suco pancreático (exócrina) e hormônios que regulam a glicemia, como a insulina e o glucagon (endócrina). Não podemos esquecer que todas elas são encarregadas de produzir substâncias muito importantes para o nosso organismo, como, o leite materno, as lágrimas, a saliva, as enzimas e hormônios. As células desse tecido, são muito unidas e possuem pouca substância intercelular.como a tenia a fimose o guns and roses e muito mais bobazeiras

Referências

  1. Conhecendo a mama Fundação Laço Rosa. Visitado em 27 de setembro de 2011. "TECIDO GLANDULAR – conjunto de lobos e ductos"
Ícone de esboço Este artigo sobre Histologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.