Tecido muscular estriado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O tecido muscular estriado é formado por fibras musculares cilíndricas, finas e que podem medir vários centímetros de comprimento. Possui células alongadas; encontramos presos aos ossos; suas células são chamadas de miócitos ou fibras musculares; suas fibras apresentam estrias transversais e latitudinais; contração rápida e voluntária,[1] isto é, podem se contrair ou relaxar, dependendo da vontade (consciente), contração rápida; suas células são multinucleadas. Ex: Face, braço, perna, língua, etc.[1]

Algumas estruturas celulares das fibras musculares recebem nomes especiais: a membrana plasmática é chamada sarcocema; o citoplasma, sarcoplasma; as mitocôndrias, sarcossomos; e o núcleo, cariossarco.

O número de mitocôndrias é muito grande, uma vez que necessita gerar grande quantidade de energia (ATP) para poder contrair-se.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Possui uma membrana envolvendo cada umas das fibras, que são longas, contínuas e com muitos núcleos, situados na periferia da célula.Ocorrem faixas claras e escuras, dispostas no sentido transversal(estrias).Essas estrias resultam do arranjo de filamentos muitos finos que formam as fibrilas, que, por sua vez, se dispõem io sentido longitudional da fibra.Contraem-se muito rapidamente, e a contração pode ser voluntária ou involuntária (no caso do coração).

Apresentam faixas transversais claras e escuras alternadas, o que lhes conferem o aspecto estriado. As miofibras são polinucleadas com núcleos periféricos. Elas são produzidas unicamente durante a vida embrionária pela fusão de várias células, por isso são sincícios. Depois que os músculos estão formados, elas nunca mais se dividem, apenas aumentam de volume, fazendo com que o tamanho do músculo fique maior.

Outra característica da fibra estriada é a ocorrência dos túbulos trasnversos (ou tubos T), que são invaginações do sarcolema em forma de tubos, abertos para o exterior, que invadem o sarcoplasma sendo encarregados de levar os impulsos(potencial de ação) para o interior da fibra.

queléticas agrupam-se em feixes, e associadas ao tecido conjuntivo formam os músculos estriados esqueléticos. São assim chamados porque unem-se aos ossos, como os músculos das pernas, dos braços, do tronco e da face.

Tanto as fibras como todo o músculo são envolvidos por tecido conjuntivo, que contém os nervos e os vasos sangüíneos. Estes levam os alimentos e o oxigênio para as células e retiram o gás carbônico e as substâncias té na biologia tá ligadoóxicas resultantes do catabolismo celular, assim como dissipam o calor.

A camada do tecido conjuntivo que envolve a fibra muscular é o endomísio, o conjunto de fibras forma o fascículo muscular e este é envolvido pelo perimísio, o conjunto de fascículos forma o músculo que é completamente envolvido pelo epimísio.

Referências

  1. a b Marcos Duarte. Tecido Muscular (em português). InfoEscola. Página visitada em 01 de agosto de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre Histologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.