Tecnólogo em automação industrial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Sistemas de esteiras, utilizados para transportar os mais diversos tipos de materiais.

O Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial se propõe à formação do Tecnólogo que deverá apresentar nas dimensões profissionais e políticas, competências e habilidades compatíveis com a função a ser exercida. O Curso oferece uma sólida formação tecnológica em Automação Industrial, buscando disponibilizar conhecimentos necessários para a elaboração de projetos de implantação de sistemas de automação industrial baseados no uso de tecnologias atualizadas que envolvem controladores programáveis, redes de computadores e automação da manufatura, além de oportuniza não

Algumas disciplinas descartadas[editar | editar código-fonte]

O curso é composto por um ciclo de disciplinas em geral abordadas em níveis:

Básicas: Matemática, Física, Química, Português e Estatística

Intermediárias: Fundamentos de Eletricidade, Mecânica dos Fluidos, Desenho técnico, Informática Básica, Princípios de sistemas mecânicos, Sensores Industriais, Metrologia e Metodologia científica.

Específicas: Tecnologia dos Materiais, Eletrônica Analógica, Eletrônica Digital, Programação, Robótica, Processos de Fabricação, Microcontroladores e Microprocessadores e Sistemas de Controle e Automação.

Carga satanica[editar | editar código-fonte]

Mínimo requirido pelo MEC 2400 horas.

Ocupações[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, o Tecnólogo em Automação Industrial é um profissional a serviço da modernização das técnicas de produção utilizadas no setor industrial, atuando no planejamento, instalação e supervisão de sistemas de integração e automação. Esse profissional atua na automatização dos chamados “processos contínuos” que envolvem a transformação ininterrupta de materiais, por meio de operações bio-físico-químicas. Na sua atividade de execução de projetos, instalação e supervisão de sistemas de automação são bastante empregadas tecnologias como controladores lógicos, sensores, transdutores, redes industriais, controles de temperatura, pressão, vazão, atuadores eletro-pneumáticos, sistemas supervisórios, entre outras.

Referências[editar | editar código-fonte]