TeleKommando

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

TeleKommando (controle remoto + brincadeira em alemão) é um coletivo audiovisual internacional criado no começo de 2004 em São Paulo, Brasil juntando profissionais e artistas de diversas áreas e origens geográficos que trabalham com vídeo, design, fotografia, programação, VJing, DJing, performance e intervenção urbana.

Membros do coletivo[editar | editar código-fonte]

TeleKommando está atualmente formado por Nacho Durán (Oviedo, Espanha), Mariana Rillo (Bahia Blanca, Argentina), George Queiroz (Belo Horizonte, Brasil), Dirk Böll (Essen, Alemanha), Alessandra Cestac (São Paulo, Brasil) e Camilla Ribas (São Paulo, Brasil).

Apresentações realizadas[editar | editar código-fonte]

Apresentam-se em clubes, festivais e eventos artísticos em Brasil, Argentina, Espanha e Portugal como T.E.M.P. (São Paulo, Brasil), Skol Beats (São Paulo, Brasil), Eletrônika, (Belo Horizonte, Brasil), Motomix (São Paulo, Brasil), FILE Hipersônica (São Paulo, Brasil), VJBr (Rio de Janeiro, Brasil), e Dezcalabro (Lisboa, Portugal).

FILE Hipersônica[editar | editar código-fonte]

No FILE Hipersônica 2005 apresentaram uma performance audiovisual chamada ‘Vedute di San Paolo Moderna’, uma releitura em vídeo do quadro ‘Vedute di Roma Moderna’ (Vistas da Roma Moderna,[1] , 1759) do pintor italiano Giovanni Paolo Panini com a música de Fatal Error DJs, Jan (Helsinque, Finlândia) e Decko Breaks (São Paulo, Brasil), e a bike-eletro-percussiva construída pelo percussionista Dê Portela (Recife, Brasil).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]