Teletransporte quântico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Teletransporte quântico é uma tecnologia que permite o teletransporte de informação[1] , como o spin ou a polarização (não existe transporte de energia ou de matéria) por meios exclusivamente quânticos, que independem de meios de transmissão.

Teletransporte de informações[editar | editar código-fonte]

Proposto pela primeira vez em 1993 por físicos teóricos que trabalhavam para a empresa IBM, utiliza um efeito da mecânica quântica chamado de entrelaçamento quântico, pelo qual partículas subatômicas que passam por processos quânticos mantêm um tipo de associação intrínseca mesmo depois de separadas, à semelhança do fenômeno de ressonância, mas teoricamente independente da distância.

O exemplo mais citado é o de duas partículas criadas conjuntamente que assumem spins opostos, e ao se determinar o spin de uma, o spin da outra fica instantaneamente determinado, mesmo que elas estejam separadas.

A tecnologia tenta usar esse efeito para telecomunicações ou armazenamento de informação num possível computador quântico.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.