Televisão de ultra-alta definição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ultra High Definition Television (UHDTV) (ou Ultra HDTV, 4320p e Ultra High Definition Video (UHDV), em português: Televisão de ultra-alta definição) inclui 4K UHD (2160p) e 8K UHD (4320p) são dois novos formatos de vídeo digital propostos pela NHK Science & Technology Research Laboratories e definedo e aprovado pela International Telecommunication Union (ITU).

São as resoluções limites para um televisor doméstico, devido as limitações do olho humano.[1] [2]

Especificações gerais do Ultra High Definition Television:

  • Resolução: 7,680 × 4,320 pixels (16:9) (aproximadamente 33 megapixels)
  • Taxa de atualização: 60 fps.
  • Áudio: 22.2 canais
    • 9 — acima do nível do ouvido
    • 10 — no nível de ouvido
    • 3 — abaixo do nível do ouvido
    • 2 — efeitos de baixa frequência
  • Largura de banda: frequência de banda de 21 GHz
    • 600 MHz, 500~6600 Mbit/s largura de banda
Resolução UHDTV mostrada em comparação com outros formatos digitais de vídeo

Tecnologia experimental[editar | editar código-fonte]

Por este formato ser altamente experimental, o laboratório da NHK precisou construir seu protótipo desde o rascunho. Para a demonstração do sistema, em Setembro de 2003, foi utilizado um conjunto de 16 gravadores de vídeo HD na captação do teste, de 18 minutos de duração.

A câmera em si foi construida com quatro CCDs de 2.5 polegadas (64mm) com resolução combinada de apenas 3840 × 2048. Eles então reorganizaram as trocas de pixel para trazer a resolução de 7680 × 4320.[3]

Demonstrações[editar | editar código-fonte]

O sistema foi demonstrado na Expo 2005, Aichi, Japão, no NAB 2006, na conferencia NAB 2007, Las Vegas, e na IBC 2006, Amsterdam, Países Baixos. Uma análise da demonstração da NAB 2006 foi publicada num e-newsletter de Engenharia de Transmissão.[4]

Em Novembro de 2005, a NHK demonstrou ao vivo a exibição em Ultra Hi-Vision (UHDV) de uma programa, através de uma rede de fibra óptica, a uma distância de 260 km. Usando dense wavelength division multiplex (DWDM), 24 gigabits de velocidade foram alcançados com 16 sinais de diferentes comprimentos de onda.

2014[editar | editar código-fonte]

Lançado na CES em 2014, o protótipo com a resolução resolução 8K não impressionou quem já estava acostumado com o 4K. Por outro lado, foi destacado por não deixar nenhum pixel aparente.[5]

No dia 28 de junho, a operadora de Tv por assinatura NET, fará o primeiro teste "aberto" da tecnologia no Brasil, através de um canal específico no seu sistema HD. [6] [7] [8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Com resolução até 16 vezes maior que Full HD, novas TVs desafiam olho humano (em inglês) Tecnologia.uol. Página visitada em 2 de agosto de 2014.
  2. Resolução 4K faz diferença para o olho humano? (em português) OlharDigital.com. Página visitada em 2 de agosto de 2014.
  3. Just Like High-Definition TV, but With Higher Definition, NYTimes.com
  4. NewsLetters (em inglês). Página visitada em 9 de janeiro de 2014.
  5. Esqueça a resolução 4K: Samsung exibe protótipo de TV 8K na CES 2014 (em português) TecMundo. Página visitada em 9 de janeiro de 2014.
  6. Site Oficial da Net Ultra HD (em português) Site Oficial Ultra HD NET.
  7. Vivo TV e Net farão transmissões da Copa em4K (em português) RevistaHomeTheater. Página visitada em 26 de junho de 2014.
  8. SporTV e Oi: Copa em 4K - Notícias (em português) Baguete. Página visitada em 26 de junho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]