Telstar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Telstar
Ilustração do primeiro Telstar; na parte superior ficavam as antenas telemétricas, no centro as antenas receptoras (o aro de pequenos quadrados) e as antenas transmissoras (os quadrados maiores); nas partes inferior e superior do globo várias baterias solares.

Operação Estados UnidosNASA
Tipo de missão Satélite de Comunicações
Contratante Bell Laboratories
Satélite da Terra
Lançamento 10 de julho de 1962 às 08:35:00 UTC
Local Estados UnidosCabo Kennedy, Flórida, Estados Unidos
Duração da missão 1 ano
Massa 77 kg Elementos orbitais
Excentricidade 0,24186
Inclinação 44,8º
Apoastro 5643 km
Periastro 945.0 km
Período orbital 157,8 minutos

Telestar foi o nome de um projeto comum da NASA e da empresa estadunidense de telecomunicação AT&T, responsável pelo primeiro satélite de telecomunicação civil. Os satélites Telstar foram os primeiros satélites que permitiam ligações eventuais entre as estações munidas de grandes antenas de acompanhamento.

Telstar 1[editar | editar código-fonte]

Lançado em 10 de julho de 1962 da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, foi o satélite que possibilitou a primeira transmissão de televisão ao vivo entre Europa e os Estados Unidos.[1]

A primeira transmissão de sinal televisivo ocorreu no dia 23 de julho. O satélite possuía uma órbita elíptica, com o ponto mais afastado a 5653 km, e o mais perto a 954 km, numa velocidade 25 mil km/h.[1]

Sua atividade durou 7 meses; era alimentado por baterias solares que geravam a eletricidade para acionar os seus dispositivos internos. Antenas de recepção e transmissão permitiam que estações terrestres acompanhassem sua trajetória espacial.[1]

Seu transmissor com a potência ínfima de 2¼ watts tinha sinais tão fracos que as estações que o acompanhavam os recebiam e ampliavam 10 bilhões de vezes, através de antenas parabólicas com 30 m de diâmetro.[1]

Para que a primeira transmissão de televisão via satélite ocorresse entre os dois continentes os sinais eram gerados em Nova York por uma emissora local, depois repassados a uma estação em Andover (mais ao norte) e dali, por meio do Telstar I, até a estação de Goonhilly, no Reino Unido, e dali para Londres, que as retransmitia por via terrestre.[1]

Essas transmissões não eram contínuas, pois o giro orbital rapidamente colocava o satélite fora do alcance das estações. Entretanto, o Telstar era usado para a telefonia como também para a coleta de dados sobre o ambiente sideral que, ao fim de pouco mais de seis meses, danificaram seus equipamentos.[1] .

Apesar de não funcionar mais, ele ainda se encontra na órbita da Terra.[2] . Na época, o lançamento do satélite foi cobertura da mídia impressa brasileira sob diversos aspectos, como uma integração do Brasil com o projeto, sob o aspecto da telefonia e uma crise gerada no meio da televisão. [3]

Satélites sucessores[editar | editar código-fonte]

Os sucessores do Telstar 1 foram o Telstar 2, lançado em 13 de maio de 1963, e o Syncom (também lançado no mesmo ano), bastante aperfeiçoados em relação ao pioneiro, já como parte de uma rede de satélites que viria a tornar a telecomunicação mais fácil.[1]

Nos anos 80, o nome Telstar foi reativado pela empresa AT&T para denominar uma série de satélites geoestacionários.

Satélites[editar | editar código-fonte]

Nome Data do lançamento Veiculo de lançamento Local do lançamento Posição orbital Plataforma Massa[4]
Telstar 1[5] 10 de julho de 1962 Delta-DM19 Cabo Canaveral 945×5643 km
×45
77 kg
Telstar 2 7 de maio de 1963 Delta-B Cabo Canaveral 972×10.802 km
×43°
79 kg
Telstar 301 [6] 28 de julho de 1983 Delta-3920 PAM-D Cabo Canaveral 76° W HS-376 625 kg
Telstar 302 30 de agosto de 1984 Space Shuttle PAM-D Cabo Canaveral 125° W HS-376 625 kg
Telstar 303 17 de junho de 1985 Space Shuttle PAM-D Cabo Canaveral 76° W HS-376 630 kg
Telstar 401 16 de dezembro de 1993 Atlas-2AS Cabo Canaveral 97° W AS-7000 3375 kg
Telstar 402 9 de setembro de 1994 Ariane-42L Kourou AS-7000 3485 kg
Telstar 4
(Telstar 402R, Telstar 403)
24 de setembro de 1995 Ariane-42L Kourou 89° W AS-7000 3410 kg
Telstar 5
(Intelsat Americas 5, IA-5
Galaxy 25)
24 de maio de 1997 Proton-K Block-DM4 Baikonur 97° W SSL-1300 3600 kg
Telstar 6
(Intelsat Americas 6, IA-6
Galaxy 26)
15 de feveriro de 1999 Proton-K Block-DM3 Baikonur 93° W SSL-1300 3763 kg
Telstar 7
(Intelsat Americas 7, IA-7
Galaxy 27)
25 de setembro de 1999 Ariane-44LP Kourou 127° W SSL-1300 3790 kg
Telstar 8
(Intelsat Americas 8, IA-8
Galaxy 28)
23 de junho de 2005 Zenit-3SL Plataforma da Sea Launch 89° W SSL-1300S 5493 kg
Telstar 9 (não foi lançado) SSL-1300S 5493 kg
Telstar 10 (Apstar 2R) 17 de outubro de 1997 CZ-3B Xichang 76,5° E SSL-1300 3700 kg
Telstar 11 (Orion 1) 29 de novembro de 1994 Atlas-2A Cabo Canaveral 37,5° W Eurostar-2000 2361 kg
Telstar 11N 26 de fevereiro de 2009 Zenit-3SLB Baikonur 37,5° W SSL-1300 4012 kg
Telstar 12 (Orion 2) 19 de outubro de 1999 Ariane-44LP Kourou 15° W SSL-1300 3814 kg
Telstar 12V Planejado para 2015 Eurostar-3000 5000 kg
Telstar 13 (EchoStar 9,
Intelsat Americas 13, IA-13
Galaxy 23)
8 de agosto de 2003 Zenit-3SL Plataforma da Sea Launch 121° W SSL-1300 4737 kg
Telstar 14 (Estrela do Sul 1) 11 de janeiro de 2004 Zenit-3SL Plataforma da Sea Launch 63° W SSL-1300 4694 kg
Telstar 14R (Estrela do Sul 2) 20 de maio de 2011 Proton-M Baikonur 63° W SSL-1300 5000 kg
Telstar 18 (Apstar 5) 29 de janeiro de 2004 Zenit-3SL Plataforma da Sea Launch 138° E SSL-1300 4640 kg

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre satélite de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.