Tembetá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tembetá é o nome dado ao hábito de furar os lábios feitos pelos índios brasileiros.

Hoje em dia é usado apenas pela aldeia Panambizinho, é um símbolo importante na religião deles usado na cerimônia “fura lábio”, usado apenas para o sexo masculino. Representa a santificação da pessoa e a ligação com Deus como o batizado. O principal responsável pela celebração e conservação é Paulito Auquino, cacique e rezador que já participou de mais ou menos vinte e quatro celebrações. Ele diz que tem cem anos, tem boa saúde, mas não enxerga muito bem. Ele ficou muito feliz em receber um óculos para ajudá-lo a enxergar, mas não usa sempre. Teve muitas mulheres e não sabe dizer quantos filhos, netos e bisnetos ele tem.

Ícone de esboço Este artigo sobre cultura indígena do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.