Templo de Cardston

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Templo de Cardston
Cardston Alberta Canada Temple.jpg
Templo de Cardston.
Número: 6
Anunciado: 27 de junho de 1913
Casa aberta: {{{casa aberta}}}
Dedicado: 26 de agosto de 1923 (por Heber J. Grant)
Rededicado: 22 de junho de 1991 (por Gordon B. Hinckley)
Área: 7.590 m²
Precedido: Templo de Laie
Sucedido: Templo de Mesa
Estilo arquitetônico: Templo de Salomão
Localização: Cardston, Alberta
 Canadá

O Templo de Cardston é um templo de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. É o 8º templo construído pela Igreja e o 6º em ordem de funcionamento. Está localizado na cidade de Cardston, na província de Alberta, no Canadá.

É o mais antigo templo mórmon em funcionamento fora dos Estados Unidos. É um dos nove templos da Igreja que não possuem uma estátua do anjo Moroni, e um dos três sem agulhas, similar ao Templo de Salomão. Os outros dois são o Templo de Laie e o Templo de Mesa.

O templo foi anunciado em 27 de junho de 1913 e foi construído no Monte do Templo, numa área de oito acres dada à igreja por Charles Ora Card. O local foi expandido para mais de 10 acres (40.000 m²), em meados da década de 1950. O granito utilizado na construção do templo foi escavado em Nelson, Columbia Britânica.

Inicialmente dedicado em 26 de agosto de 1923, pelo Presidente da Igreja, na época, Heber J. Grant, foi dedicado novamente em 2 de julho de 1962 por Hugh B. Brown. O templo foi renovado em 1990, e Gordon B. Hinckley dedicou-o novamente em 22 de junho de 1991.

O templo tem quatro salas de ordenanças, cinco salas de selamento, e uma área de 88.562 metros quadrados (m 8,227.7 2). O primeiro presidente do templo foi Edward J. Wood, que atuou de 1923 a 1948. Em 1992, o templo foi declarado um local histórico nacional no Canadá e uma placa foi inaugurada em 1995.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um Templo mórmon, integrado ao Projeto Santos dos Últimos Dias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.