Templo de Walhalla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Templo de Walhalla, Alemanha.

O chamado templo de Walhalla localiza-se nos arredores da cidade de Ratisbona (em alemão: Regensburg), na Baviera, Alemanha.

Foi erguido em mármore, no início do século XIX, pelo rei Ludwig I da Baviera, tendo como modelo o Partenon em Atenas.

Foi projetado pelo arquitecto Franz Leo von Klenze. Sua construção foi iniciada em 1816 e completada 26 anos depois (1842). Nele encontram-se estátuas de heróis nacionais.

Adolf Hitler visitou o Walhalla ainda na sua juventude e mais tarde. O espírito nacionalista e romântico que ensombra este lugar parece ter-lhe agradado bastante.

Hoje, o Walhalla alberga também estátuas de personalidades que não teriam agradado a Hitler, como o judeu Albert Einstein e a heroína da Resistência da Segunda Guerra Mundial, Sophie Scholl.

Walhalla na mitologia nórdica também é o lugar onde iam, após a vida, os guerreiros vikings mais corajosos e vitoriosos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]