Tempo de tromboplastina parcial ativada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tempo de tromboplastina parcialmente ativada também conhecida pelas siglas KTTP, PPT, TTPA ou TTPa, é um exame laboratorial que avalia a eficiência da via intrínseca na medição da formação do coágulo de fibrina.

Usos[editar | editar código-fonte]

  • Junto a dosagem de plaquetas e tempo de tromboplastina, o TTPA é um exame que deve ser incluído em avaliações pré-operatórias.
  • É um teste usado para monitorar assegurando um bom uso de anticoagulante como a heparina.

O teste apresenta-se prolongado quando um dos fatores abaixo apresentam-se abaixo do valor normal ou quando há presença de seus inibidores:

  • Fatores da via intrínseca:
    • Fator XII
    • Fator XI
    • Fator IX
    • Fator VIII
  • Fatores da via comum:
    • Fator X
    • Fator V
    • Fator II (Protrombina)
    • Fator I (Fibrinogênio)

Ele é prolongado em casos de:

  • Déficit de precalicreína
  • Déficit de Cininogênio de Alto Peso Molecular
  • Presença de anticoagulante lúpico

Metodologia[editar | editar código-fonte]

Hoje em dia, o TTPA é realizado por aparelhos automatizados. Sua medição se baseia na medição do tempo de coagulação de um plasma sanguíneo recalcificado em presença de cefalina e de um ativador (caolin, sílica, ácido elágico).

O resultado é expresso em segundos e através de um controle diário é feito um ratio ou uma razão.

Ratio = \frac{TTPA_{paciente}}{TTPA_{controle}}

  • Valores de referência: 25 a 45 segundos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]