Temporada da CART World Series de 1997

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Temporada da CART World Series de 1997 foi a décima-nona temporada da história da categoria. Teve como vencedor o italiano Alessandro Zanardi, da Chip Ganassi Racing.

Na disputa de melhor rookie (estreante) do ano, Patrick Carpentier, da Bettenhausen Motorsports, superou Gualter Salles, da Davis Racing e Dario Franchitti, da Hogan Racing (27 pontos para o canadense, 20 para o brasileiro e para o escocês).

Equipes e pilotos[editar | editar código-fonte]

Dezoito escuderias disputaram a temporada de 1997, e 34 pilotos dividiram os cockpits.

Relação das equipes e dos pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos Construtor Chassi Motor Pneu Piloto Patrocínio Notas
Estados Unidos Target Chip Ganassi Racing Reynard Honda Firestone 1 Estados Unidos Jimmy Vasser Target
4 Itália Alex Zanardi Target
Países Baixos Arie Luyendyk Target Apenas em Fontana
Estados Unidos Valvoline/Cummins Walker Racing Reynard Honda Goodyear 5 Brasil Gil de Ferran Valvoline, Cummins
Estados Unidos Hollywood/Motorola PacWest Racing Reynard Mercedes Firestone 17 Brasil Maurício Gugelmin Hollywood
18 Reino Unido Mark Blundell Motorola
Estados Unidos Marlboro Team Penske Penske Mercedes Goodyear 2 Estados Unidos Al Unser, Jr. Marlboro
3 Canadá Paul Tracy Marlboro
Estados Unidos Player's/Indeck Forsythe Racing Reynard Mercedes Firestone 99 Canadá Greg Moore Player's, Indeck
Estados Unidos Texaco/Kmart/Budweiser Newman-Haas Racing Swift FordXB Goodyear 6 Estados Unidos Michael Andretti Texaco, Kmart
FordXD 11 Brasil Christian Fittipaldi Budweiser, Kmart
Brasil Roberto Moreno Budweiser, Kmart Long Beach e Detroit
Estados Unidos Brahma Sports Team Reynard FordXB Firestone 20 Estados Unidos Scott Pruett Brahma
FordXD 40 Brasil Raul Boesel Brahma
Estados Unidos Shell/Lite Team Rahal Reynard FordXB Goodyear 7 Estados Unidos Bryan Herta Shell
Ford XD 8 Estados Unidos Bobby Rahal Miller Lite
Estados Unidos LCI/Tecate/Quaker State Tasman Motorsports Lola Honda Firestone 31 Brasil André Ribeiro LCI, Marlboro
32 México Adrián Fernández Quaker State, Tecate
Estados Unidos Team KOOL Green Reynard Honda Firestone 27 Estados Unidos Parker Johnstone KOOL
Estados Unidos Alumax Bettenhausen Reynard Mercedes Goodyear 16 Canadá Patrick Carpentier (R) Alumax
Brasil Roberto Moreno Alumax Vancouver e Laguna Seca
Estados Unidos Davis Racing Reynard FordXD Goodyear 77 Brasil Gualter Salles (R) Indusval
Estados Unidos Ralphs/Food 4 Less Della Penna Motorsports Lola FordXD Goodyear 21 Estados Unidos Richie Hearn Ralph's, Food 4 Less
Estados Unidos Hogan Racing Reynard Mercedes Firestone 9 Reino Unido Dario Franchitti (R) Sem patrocínio
Estados Unidos Robby Gordon Sem patrocínio Apenas em Fontana
Estados Unidos Castrol All American Racers Swift Toyota Goodyear 36 Argentina Juan Manuel Fangio II Castrol
98 Estados Unidos P. J. Jones Castrol
Estados Unidos Panasonic/MCI Arciero-Wells Racing Reynard Toyota Firestone 24 Japão Hiro Matsushita Panasonic, Duskin
25 Itália Max Papis MCI
Estados Unidos Payton/Coyne Racing Lola/Reynard FordXD Goodyear 19 México Michel Jourdain Jr. Herdez
34 Brasil Roberto Moreno Data Control Homestead
Estados Unidos Paul Jasper (R) HYPE Lexmark Indy 300 e Milwaukee
Alemanha Christian Danner HYPE Detroit, Portland e Vancouver
Estados Unidos Charlie Nearburg (R) Nearburg Explorations Cleveland, Elkhart Lake e Laguna Seca
Estados Unidos Dennis Vitolo Smith Kline Beecham Toronto, Michigan e Fontana
Estados Unidos Hawaiian Project Indy Lola FordXD Goodyear 64 Estados Unidos Dennis Vitolo JAG, Marcelo Group, Hawaiian Tropic Homestead, Long Beach, Nazareth, Vancouver e Laguna Seca
Alemanha Arnd Meier (R) JAG, Marcelo Group, Hawaiian Tropic

Classificação[editar | editar código-fonte]

  • Nota 1: Patrick Carpentier e Adrián Fernández terminaram o campeonato empatados com 17 pontos, mas o canadense levou vantagem sobre o mexicano por conta do segundo lugar em Gateway.
  • Nota 2: Gualter Salles, Richie Hearn e Dario Franchitti empataram na classificação com dez pontos, mas o brasileiro ficou na frente do norte-americano e do escocês em decorrência de um sétimo lugar no GP de Laguna Seca.
  • Nota 3: Michel Jourdain Jr., Arnd Meier e Christian Danner empataram em um ponto na classificação. Jourdain ficou em colocação melhor em sua primeira temporada completa na CART após conquistar um décimo-segundo lugar, posição obtida também por Danner e Meier, que chegou a liderar uma volta no GP de Surfer's Paradise.
  • Nota 4: Paul Jasper, Charlie Nearburg e Arie Luyendyk terminaram a temporada sem pontuar, mas Nearburg ficou em melhor posição na tabela de classificação após ter chegado em décimo-sétimo lugar na etapa de Elkhart Lake.

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Primeira temporada disputada por: Dario Franchitti, Patrick Carpentier e Arnd Meier.
  • Charlie Nearburg, um empresário que adora velocidade, disputou as etapas de Cleveland, Elkhart Lake e Laguna Seca.
  • O ex-piloto alemão de F-1 Christian Danner também não resistiu à tentação de voltar a correr e disputou as etapas de Detroit, Portland e Vancouver, e depois deixou de correr novamente.
  • O brasileiro Christian Fittipaldi sofreu um violento acidente no começo da etapa de Surfer's Paradise. A Newman-Haas vermelha (graças ao patrocínio da Budweiser) do sobrinho de Emerson Fittipaldi foi tocada pela Walker de Gil de Ferran e bateu com força no muro. Christian reclamava de muitas dores na perna direita e foi retirado do carro com dificuldade, sendo substituído por Roberto Moreno nas corridas seguintes. Gil foi muito criticado pelo acidente.
  • O holandês Arie Luyendyk, que fez sucesso no início da década de 90 na categoria (ainda unificada), foi chamado para substituir Alessandro Zanardi, que havia batido forte no muro do superoval de Fontana, mas também não teve êxito.
  • O norte-americano Robby Gordon correu a etapa de Fontana pela Hogan Racing, visando seu retorno à categoria no ano seguinte.
  • Além de substituir Christian Fittipaldi, Roberto Moreno substituiu Patrick Carpentier na Bettenhausen em duas corridas: Laguna Seca e Vancouver.
  • O jovem americano Paul Jasper, que competia na Fórmula Atlantic, uma das categorias de acesso à Champ Car, disputou duas etapas da categoria (Surfer's e Milwaukee) pela Payton-Coyne, trazendo consigo o patrocínio da HYPE, uma marca de bebidas energéticas, assim como Christian Danner.
  • A marca de tintas PPG, que pintava todos os carros da CART, se retira como patrocinadora principal (Sponsor tittle, qua nomeava a categoria como PPG IndyCar / PPG Cup).