Temporada de Fórmula 1 de 1999

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Temporada de Fórmula 1 de 1999 foi a 50ª realizada pela FIA, teve como campeão o Finlandês Mika Häkkinen. Foi disputada por onze equipes de 7 de Março á 31 de outubro de 1999. Foi a ultima temporada para a equipe Stewart que foi vendida para a montadora Ford no ano 2000. Nesta temporada o principal patrocinador da equipe Williams era a Winfield e por isso o carro levava as cores vermelha e branca.

Pilotos e construtores[editar | editar código-fonte]

Mika Häkkinen, campeão mundial de Fórmula 1 em 1999 pela Mclaren.
Eddie Irvine, vice-campeão mundial de Fórmula 1 em 1999, 2 pontos atrás de Mika Häkkinen.
Heinz-Harald Frentzen terminou a temporada em terceiro pela Jordan.
Equipe Construtor Chassis Motor Pneu No Piloto Piloto(s) de testes
Reino Unido West McLaren Mercedes McLaren-Mercedes MP4/14 Mercedes FO110H 3.0 V10 B 1 Finlândia Mika Häkkinen Alemanha Nick Heidfeld
2 Reino Unido David Coulthard
Itália Scuderia Ferrari Marlboro Ferrari F399 Ferrari 048 3.0 V10 B 3 Alemanha Michael Schumacher Itália Luca Badoer
Finlândia Mika Salo
4 Reino Unido Eddie Irvine
Reino Unido Winfield Williams Williams-Supertec FW21 Supertec FB01 3.0 V10 B 5 Itália Alessandro Zanardi Brasil Bruno Junqueira
6 Alemanha Ralf Schumacher
República da Irlanda Benson and Hedges Jordan Jordan-Mugen-Honda 199 Mugen-Honda MF-301 HD 3.0 V10 B 7 Reino Unido Damon Hill República Checa Tomáš Enge
Itália Giorgio Pantano
Japão Shinji Nakano
8 Alemanha Heinz-Harald Frentzen
Itália Mild Seven Benetton Playlife Benetton-Playlife B199 Playlife FB01 3.0 V10 B 9 Itália Giancarlo Fisichella França Laurent Rédon
10 Áustria Alexander Wurz
Suíça Red Bull Sauber Petronas Sauber-Petronas C18 Petronas SPE-03A 3.0 V10 B 11 França Jean Alesi Finlândia Kimi Raikkonen
12 Brasil Pedro Paulo Diniz
Reino Unido Repsol Arrows Arrows A20 Arrows T2-F1 3.0 V10 B 14 Espanha Pedro de la Rosa África do Sul Stephen Watson
15 Japão Toranosuke Takagi
Reino Unido HSBC Stewart Ford Stewart-Ford SF-3 Ford CR-1 3.0 V10 B 16 Brasil Rubens Barrichello Brasil Luciano Burti
17 Reino Unido Johnny Herbert
França Gauloises Prost Peugeot Prost-Peugeot AP02 Peugeot A18 3.0 V10 B 18 França Olivier Panis França Stéphane Sarrazin
19 Itália Jarno Trulli
Itália Fondmetal Minardi Ford Minardi-Ford M01 Ford VJM1 Zetec-R 3.0 V10
Ford VJM2 Zetec-R 3.0 V10
B 20 Itália Luca Badoer Argentina Gastón Mazzacane
França Stéphane Sarrazin
21 Espanha Marc Gené
Reino Unido British American Racing BAR-Supertec 001 Supertec FB01 3.0 V10 B 22 Canadá Jacques Villeneuve França Patrick Lemarié
23 Brasil Ricardo Zonta
Finlândia Mika Salo

Trocas de pilotos[editar | editar código-fonte]

  • McLaren: Mika Häkkinen e David Coulthard permaneceram no time de Woking pela quarta temporada consecutiva, agora com o finlandês defendendo o título, enquanto que o escocês usaria o #2 em seu carro.
  • Ferrari: Michael Schumacher e Eddie Irvine, assim como Häkkinen e Coulthard, realizaram a quarta temporada seguida pela Scuderia. No GP da Inglaterra, o alemão sofreu um acidente que o tirou de seis provas, e foi substituído por Mika Salo. Schumacher voltaria na reta final do campeonato, agora para ajudar Irvine na disputa pelo título contra Häkkinen.
  • Williams: Agora com motores Supertec, a equipe de Grove perdeu Jacques Villeneuve e Heinz-Harald Frentzen respectivamente para BAR e Jordan. Para o lugar de ambos, foram contratados Ralf Schumacher e Alessandro Zanardi, de volta à F-1 após 4 anos e com dois títulos da CART em seu currículo.
  • Jordan: A equipe de Eddie Jordan, sem Ralf Schumacher, contrata Heinz-Harald Frentzen. Damon Hill realizou sua última temporada na categoria pela Jordan, e após um desempenho abaixo das espectativas, deixou a F-1 aos 39 anos, enquanto Frentzen brigou pelo título até as últimas provas.
  • Benetton: Pelo segundo ano seguido, o time anglo-italiano disputou a temporada com Giancarlo Fisichella e Alexander Wurz como titulares.
  • Sauber: Sem Johnny Herbert, contratado pela Stewart, manteve o francês Jean Alesi e contratou o brasileiro Pedro Paulo Diniz para o lugar do inglês. Em sua pior temporada (até 2014), marcou apenas 5 pontos (3 com Diniz, 2 com Alesi), sempre chegando em sexto lugar.
  • Arrows: Para os lugares de Pedro Paulo Diniz e Mika Salo, a equipe contratou Toranosuke Takagi (ex-Tyrrell) e o novato espanhol Pedro de la Rosa. Ambos não pontuaram no campeonato, e a Arrows teve como seu melhor resultado um sexto lugar, conquistado por De la Rosa no GP da Austrália, garantindo um ponto na classificação.
  • Stewart Grand Prix: Novamente com o brasileiro Rubens Barrichello como primeiro piloto, Johnny Herbert foi contratado para substituir Jos Verstappen na equipe. Pilotando o SF-3, a dupla conquistou bons resultados, com destaque para a pole-position de Barrichello em Magny-Cours, e a vitória de Herbert em Nurburgring (última de sua carreira e única da Stewart). As boas atuações de Rubinho credenciaram o brasileiro a pilotar para a Ferrari em 2000, enquanto que o inglês seguiu no time, agora rebatizado de Jaguar Racing.
  • Prost Grand Prix: Tentando apagar a fraca temporada de 1998, quando marcou apenas um ponto, a escuderia de Alain Prost mantém Olivier Panis e Jarno Trulli, que conquista o primeiro pódio de sua carreira (e último da Prost) no confuso GP da Europa, ao chegar em segundo lugar.
  • Minardi: Esteban Tuero e Shinji Nakano, pilotos da equipe em 1998, não permaneceram (o argentino chegou a anunciar aposentadoria, mas voltou atrás, e o japonês foi para a Jordan como piloto de testes). Luca Badoer, após dois anos sem correr (era piloto de testes da Ferrari), foi contratado para ser o piloto principal, enquanto que o espanhol Marc Gené assinou para ser companheiro do italiano. O francês Stéphane Sarrazin (reserva da Prost) foi escalado para o lugar de Badoer apenas para o GP do Brasil - o italiano havia sofrido um acidente em testes da equipe, e o impediu de disputar a corrida. O melhor desempenho do time foi em Nurburgring, quando o espanhol chegou em sexto, e Badoer esteve prestes a conquistar seus primeiros pontos na F-1 quando um problema hidráulico encerrou a participação do italiano, que ao sair do carro, não segurou as lágrimas ao perder o melhor resultado em sua carreira, encerrada em 2009.
  • British American Racing: Equipe surgida após a venda da Tyrrell, a BAR fez sua estreia na categoria tendo Jacques Villeneuve e Ricardo Zonta como pilotos. O brasileiro sofreu um acidente nos treinos para o GP do Brasil, e foi substituído por Mika Salo. O time não pontuou em sua primeira temporada, tendo um sétimo lugar do finlandês como melhor resultado.

Calendário[editar | editar código-fonte]

Prova Grande Prêmio Data Local
1 Austrália GP da Austrália 7 de Março Melbourne
2 Brasil GP do Brasil 11 de Abril Interlagos
3 San Marino GP de San Marino 2 de Maio Ímola
4 Mónaco GP de Mônaco 16 de Maio Mônaco
5 Espanha GP da Espanha 30 de Maio Catalunya
6 Canadá GP do Canadá 13 de Junho Circuit Gilles Villeneuve
7 França GP da França 27 de Junho Magny-Cours
8 Reino Unido GP da Grã-Bretanha 11 de Julho Silverstone
9 Áustria GP da Áustria 25 de Julho A1-Ring
10 Alemanha GP da Alemanha 1 de Agosto Hockenheimring
11 Hungria GP da Hungria 15 de Agosto Hungaroring
12 Bélgica GP da Bélgica 29 de Agosto Spa-Francorchamps
13 Itália GP da Itália 12 de Setembro Monza
14 União Europeia GP da Europa 26 de Setembro Nürburgring
15 Malásia GP da Malásia 17 de Outubro Sepang
16 Japão GP do Japão 31 de Outubro Suzuka

Resultados[editar | editar código-fonte]

Grandes Prêmios[editar | editar código-fonte]

GP Grande Prêmio Pole Position Volta mais rápida Vencedor Equipe Descrição
1 Austrália GP da Austrália Finlândia Mika Häkkinen Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Eddie Irvine Itália Ferrari Detalhes
2 Brasil GP do Brasil Finlândia Mika Häkkinen Finlândia Mika Häkkinen Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido McLaren-Mercedes Detalhes
3 San Marino GP de San Marino Finlândia Mika Häkkinen Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Itália Ferrari Detalhes
4 Mónaco GP de Mônaco Finlândia Mika Häkkinen Finlândia Mika Häkkinen Alemanha Michael Schumacher Itália Ferrari Detalhes
5 Espanha GP da Espanha Finlândia Mika Häkkinen Alemanha Michael Schumacher Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido McLaren-Mercedes Detalhes
6 Canadá GP do Canadá Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Eddie Irvine Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido McLaren-Mercedes Detalhes
7 França GP da França Brasil Rubens Barrichello Reino Unido David Coulthard Alemanha Heinz-Harald Frentzen República da Irlanda Jordan-Mugen-Honda Detalhes
8 Reino Unido GP da Grã-Bretanha Finlândia Mika Häkkinen Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido David Coulthard Reino Unido McLaren-Mercedes Detalhes
9 Áustria GP da Áustria Finlândia Mika Häkkinen Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido Eddie Irvine Itália Ferrari Detalhes
10 Alemanha GP da Alemanha Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido David Coulthard Reino Unido Eddie Irvine Itália Ferrari Detalhes
11 Hungria GP da Hungria Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido David Coulthard Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido McLaren-Mercedes Detalhes
12 Bélgica GP da Bélgica Finlândia Mika Häkkinen Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido David Coulthard Reino Unido McLaren-Mercedes Detalhes
13 Itália GP da Itália Finlândia Mika Häkkinen Alemanha Ralf Schumacher Alemanha Heinz-Harald Frentzen República da Irlanda Jordan-Mugen-Honda Detalhes
14 União Europeia GP da Europa Alemanha Heinz-Harald Frentzen Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido Johnny Herbert Reino Unido Stewart-Ford Detalhes
15 Malásia GP da Malásia Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Eddie Irvine Itália Ferrari Detalhes
16 Japão GP do Japão Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido McLaren-Mercedes Detalhes

Classificação de pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto AUS Austrália BRA Brasil SMR San Marino MON Mónaco ESP Espanha CAN Canadá FRA França GBR Reino Unido AUT Áustria GER Alemanha HUN Hungria BEL Bélgica ITA Itália EUR União Europeia MAL Malásia JPN Japão Pontos
1 Finlândia Mika Häkkinen Ret 1 Ret 3 1 1 2 Ret 3 Ret 1 2 Ret 5 3 1 76
2 Reino Unido Eddie Irvine 1 5 Ret 2 4 3 6 2 1 1 3 4 6 7 1 3 74
3 Alemanha Heinz-Harald Frentzen 2 3 Ret 4 Ret 11 1 4 4 3 4 3 1 Ret 6 4 54
4 Reino Unido David Coulthard Ret Ret 2 Ret 2 7 Ret 1 2 5 2 1 5 Ret Ret Ret 48
5 Alemanha Michael Schumacher 8 2 1 1 3 Ret 5 NL Les Les Les Les Les Les 2 2 44
6 Alemanha Ralf Schumacher 3 4 Ret Ret 5 4 4 3 Ret 4 9 5 2 4 Ret 5 35
7 Brasil Rubens Barrichello 5 Ret 3 9 DSQ Ret 3 8 Ret Ret 5 10 4 3 5 8 21
8 Reino Unido Johnny Herbert NL Ret 10 Ret Ret 5 Ret 12 14 11 11 Ret Ret 1 4 7 15
9 Itália Giancarlo Fisichella 4 Ret 5 5 9 2 Ret 7 12 Ret Ret 11 Ret Ret 11 14 13
10 Finlândia Mika Salo 7 Ret 8 9 2 12 7 3 Ret 10
11 Itália Jarno Trulli Ret Ret Ret 7 6 Ret 7 9 7 Ret 8 12 Ret 2 Ret Ret 7
12 Reino Unido Damon Hill Ret Ret 4 Ret 7 Ret Ret 5 8 Ret 6 6 10 Ret Ret Ret 7
13 Áustria Alexander Wurz Ret 7 Ret 6 10 Ret Ret 10 5 7 7 14 Ret Ret 8 10 3
14 Brasil Pedro Diniz Ret Ret Ret Ret Ret 6 Ret 6 6 Ret Ret Ret Ret Ret Ret 11 3
15 França Jean Alesi Ret Ret 6 Ret Ret Ret Ret 14 Ret 8 16 9 9 Ret 7 6 2
16 França Olivier Panis Ret 6 Ret Ret Ret 9 8 13 10 6 10 13 11 9 Ret Ret 2
17 Espanha Marc Gené Ret 9 9 Ret Ret 8 Ret 15 11 9 17 16 Ret 6 9 Ret 1
18 Espanha Pedro de la Rosa 6 Ret Ret Ret 11 Ret 11 Ret Ret Ret 15 Ret Ret Ret Ret 13 1
19 Itália Alex Zanardi Ret Ret 11 8 Ret Ret Ret 11 Ret Ret Ret 8 7 Ret 10 Ret 0
20 Japão Toranosuke Takagi 7 8 Ret Ret 12 Ret DSQ 16 Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 0
21 Canadá Jacques Villeneuve Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 15 8 10 Ret 9 0
22 Itália Luca Badoer Ret Les 8 Ret Ret 10 10 Ret 13 10 14 Ret Ret Ret Ret Ret 0
23 Brasil Ricardo Zonta Ret NL Les Les Les Ret 9 Ret 15 Ret 13 Ret Ret 8 Ret 12 0
França Stéphane Sarrazin Ret 0
Pos Piloto AUS Austrália BRA Brasil SMR San Marino MON Mónaco ESP Espanha CAN Canadá FRA França GBR Reino Unido AUT Áustria GER Alemanha HUN Hungria BEL Bélgica ITA Itália EUR União Europeia MAL Malásia JPN Japão Pontos
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

Classificação de construtores[editar | editar código-fonte]

Pos Construtor Chassis Motor Pneus Pontos Vitórias Pódiums Poles
1 Itália Ferrari F399 Ferrari 048 3.0 V10 B 128 6 17 3
2 Reino Unido McLaren-Mercedes MP4/14 Mercedes FO110H 3.0 V10 B 124 7 16 11
3 República da Irlanda Jordan-Mugen-Honda 199 Mugen-Honda MF-301 HD 3.0 V10 B 61 2 6 1
4 Reino Unido Stewart-Ford SF-3 Ford CR-1 3.0 V10 B 36 1 4 1
5 Reino Unido Williams-Supertec FW21 Supertec FB01 3.0 V10 B 35 3
6 Itália Benetton-Playlife B199 Playlife FB01 3.0 V10 B 16 1
7 França Prost-Peugeot AP02 Peugeot A18 3.0 V10 B 9 1
8 Suíça Sauber-Petronas C18 Petronas SPE-03A 3.0 V10 B 5
9 Reino Unido Arrows A20 Arrows T2-F1 3.0 V10 B 1
10 Itália Minardi-Ford M01 Ford VJM1 Zetec-R 3.0 V10
Ford VJM2 Zetec-R 3.0 V10
B 1
11 Reino Unido BAR-Supertec 001 Supertec FB01 3.0 V10 B

Notas[editar | editar código-fonte]