Temporada de ciclones no Índico Sudoeste de 2009-2010

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Temporada de ciclones no Índico Sudoeste de 2009-2010
2009-2010 South-West Indian Ocean cyclone season summary.png
Primeiro sistema1 formado: PT 01
Sistemas ativos1: Temporada Encerrada
Total de tempestades nomeadas: 10
Total de ciclones: 5
Grandes ciclones (Cat. 3+): 4
Tempestade mais forte: Edzani (905 mbar, 260 km/h)
Número de sistemas1 que atingiram terras emersas: 2
Danos totais: Desconhecidos
ECA Total: 0
Fatalidades confirmadas: 10
1Inclui depressões tropicais e depressões subtropicais

A temporada de ciclones Índico Sudoeste de 2009-2010 é um evento do ciclo anual de formação de ciclones tropicais. A temporada começou em 15 de novembro de 2009 e terminará em 30 de abril de 2010. Maurícia e Seychelles consideram que a temporada terminará em 15 de maio de 2009. Estas datas delimitam convencionalmente o período de cada ano quando a maioria dos ciclones tropicais se forma na bacia do oceano Índico sudoeste. A bacia é delimitada pelo meridiano 90°L e pela Linha do Equador, ficando no quadrante sudoeste destas limitações. Os ciclones tropicais que se formam nesta bacia são monitorados pelo Centro Meteorológico Regional Especializado em Reunião, controlado pela Météo-France.

Tempestades[editar | editar código-fonte]

O Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião é o órgão designado pela Organização Meteorológica Mundial para o monitoramento de eventuais sistemas que se formam no Oceano Índico sudoeste. O CMRE de Reunião, assim como as suas sub-regionais em Madagascar e Maurícia, utilizam um método próprio na classificação de ciclones tropicais: a intensidade máxima de um ciclone é determinada pela média máxima dos ventos num intervalo de 10 minutos, semelhante ao método utilizado pela Agência Meteorológica do Japão (AMJ). Sistemas tropicais com ventos máximos constantes inferiores a 52 km/h são considerados perturbações tropicais. Sistemas com ventos constantes máximos entre 52 km/h e 61 km/h são considerados depressões tropicais. Sistemas com ventos máximos constantes entre 62 km/h e 87 km/h são considerados tempestades tropicais moderadas. Sistemas com ventos máximos constantes entre 88 km/h e 117 km/h são considerados tempestades tropicais intensas (ou severas). Sistemas com ventos máximos entre 118 km/h e 165 km/h são considerados simplesmente ciclones tropicais. Sistemas com ventos máximos constantes entre 166 km/h e 211 km/h são considerados ciclones tropicais intensos. Por fim, sistemas com ventos máximos constantes com mais de 212 km/h são considerados ciclones tropicais muito intensos.

Perturbação tropical 01[editar | editar código-fonte]

01R
Depressão tropical  (Météo-France)
{{{image}}} 01R 2009 track.png
Duração 18 de agosto de 2009—18 de agosto de 2009
Intensidade 15 nós (28 km/h, 17 mph) 10 min, 1004 hPa (mbar)

Em 18 de agosto, o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião classificou uma área de perturbações meteorológicas a leste do Território Britânico do Oceano Índico para uma perturbação tropical, atribuindo-lhe a designação "01", tornando-se assim o primeiro sistema tropical da temporada de 2009-2010.[1] No entanto, as condições meteorológicas estavam desfavoráveis, e o sistema logo perdeu suas áreas de convecção profunda associadas. Com isso, o CMRE de Reunião desclassificou a perturbação para uma área de perturbações meteorológicas e emitiu se aviso final sobre o sistema mainda naquele dia.[2]

Zona de perturbações meteorológicas 02[editar | editar código-fonte]

02R
Depressão tropical  (Météo-France)
{{{image}}} 02R 2009 track.png
Duração 18 de Setembro de 2009—20 de Setembro de 2009
Intensidade 15 nós (28 km/h, 17 mph) 1 min, 1008 hPa (mbar)

Em 20 de setembro, o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião classificou um sistema que já havia sido classificado como uma baixa tropical pelo Centro de Aviso de Ciclone Tropical de Perth, Austrália, que havia deixado sua área de responsabilidade, para uma área de perturbações meteorológicas, e lhe atribuiu a designação "02".[3] No entanto, o sistema já estava em enfraquecimento, e o CMRE de Reunião emitiu seu aviso final sobre o sistema horas depois.[4]

Perturbação tropical 03[editar | editar código-fonte]

03R
Depressão tropical  (Météo-France)
{{{image}}} 03R 2009 track.png
Duração 07 de Novembro de 2009—09 de Novembro de 2009
Intensidade 20 nós (37 km/h, 23 mph) 10 min, 1002 hPa (mbar)

Em 7 de novembro, uma área de perturbações meteorológicas a norte-noroeste do Território Britânico do Oceano Índico começou a mostrar sinais de organização, e o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) classificou o sistema como uma perturbação tropical.[5] No entanto, o sistema estava situado numa região com forte cisalhamento do vento e não foi capaz de se intensificar. Em 10 de novembro, o sistema se dissipou e o CMRE de Reunião emitiu seu aviso final sobre o sistema.[6]

Ciclone tropical Anja[editar | editar código-fonte]

Anja
01S
Ciclone tropical  (Météo-France)
Categoria 3  (EFSS)
{{{image}}} Anja 2009 track.png
Duração 14 de novembro de 2009—18 de novembro de 2009
Intensidade 105 nós (194 km/h, 121 mph) 1 min
85 nós (157 km/h, 98 mph) 10 min, 950 hPa (mbar)

Em 14 de novembro, o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião classificou uma área de perturbações meteorológicas para a perturbação tropical 04.[7] Logo em seguida, o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) classificou o sistema como o primeiro ciclone tropical significativo do hemisfério sul na temporada de 2009-2010, e lhe atribuiu a designação "01S".[8] Mais tarde, a perturbação se intensificou para uma depressão tropical,[9] e para a tempestade tropical moderada "Anja" naquela noite (UTC).[10] No início da madrugada (UTC) de 15 de novembro, Anja intensificou-se para uma tempestade tropical severa e, a partir de então, começou a sofrer rápida intensificação, tornando-se um ciclone tropical, segundo o sistema de classificação de ciclones tropicais da Météo-France, ainda naquela manhã.[11] Anja atingiu seu pico de intensidade ainda naquele dia, com ventos máximos sustentados de 195 km/h (1 min), segundo o JTWC,[12] ou 155 km/h (10 min), segundo o CMRE de Reunião.

Anja manteve seu pico de intensidade até o início da madrugada de 17 de novembro, quando começou a se enfraquecer assim que encontrava águas mais frias e cisalhamento do vento mais intenso. Com isso, Anja se enfraqueceu para uma tempestade tropical severa mais tarde naquele dia, segundo o CMRE de Reunião.[13] O cisalhamento do vento se intensificou, deteriorando ainda mais o ciclone, que se enfraqueceu diretamente para uma depressão tropical na manhã (UTC) de 18 de novembro.[14] Anja continuou a se deteriorar naquele dia, e o CMRE de Reunião emitiu seu aviso final sobre o sistema no início daquela tarde.[15] O JTWC fez o mesmo horas depois.[16]

Tempestade tropical moderada Bongani[editar | editar código-fonte]

Bongani
02S
Tempestade tropical moderada  (Météo-France)
Tempestade tropical  (EFSS)
{{{image}}} Bongani 2009 track.png
Duração 22 de novembro de 2009—25 de novembro de 2009
Intensidade 40 nós (74 km/h, 46 mph) 1 e 10 min, 997 hPa (mbar)

Em 22 de novembro, o CMRE de Reunião classificou uma área de perturbações meteorológicas a várias centenas de quilômetros a nordeste de Madagascar para a perturbação tropical 05.[17] No início da madrugada (UTC) de 23 de novembro, o CMRE de Reunião classificou o sistema para uma depressão tropical, e para uma tempestade tropical moderada poucas horas depois. O novo ciclone ganhou o nome "Bongani".[18] Ainda naquela manhã, o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) classificou o sistema como um ciclone tropical significativo, e lhe atribuiu a designação "02S".[19]

No entanto, Bongani começou a se enfraquecer rapidamente assim que as condições meteorológicas ficaram mais desfavoráveis, e o CMRE de Reunião desclassificou o sistema diretamente para uma perturbação tropical em 24 de novembro,[20] e emitiu seu aviso final sobre o sistema no início da tarde (UTC) de 25 de novembro.[21] O JTWC fez o mesmo naquela noite.[22]

Ciclone tropical intenso Cleo[editar | editar código-fonte]

Cleo
03S
Ciclone tropical intenso  (Météo-France)
Categoria 4  (EFSS)
{{{image}}} Cleo 2009 track.png
Duração 6 de dezembro de 2009—14 de dezembro de 2009
Intensidade 115 nós (213 km/h, 132 mph) 1 min
105 nós (194 km/h, 121 mph) 10 min, 927 hPa (mbar)

No início da madrugada (UTC) de 6 de dezembro, o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião classificou uma área de perturbações meteorológicas a leste-sudeste do Território Britânico do Oceano Índico para uma perturbação tropical, atribuindo-lhe a designação "06R".[23] O sistema continuou a se organizar, e se tornou um ciclone tropical significativo, segundo o Joint Typhoon Warning Center (JTWC), na madrugada (UTC) de 7 de dezembro.[24] Logo em seguida, o CMRE de Reunião classificou a perturbação para uma depressão tropical,[25] e para a tempestade tropical moderada "Cleo" no início daquela tarde.[26] Cleo se intensificou para uma tempestade tropical severa no início da madrugada (UTC) de 8 de dezembro.[27] A partir de então, Cleo começou a sofrer intensificação explosiva, e se tornou rapidamente um ciclone tropical intenso, segundo o CMRE de Reunião, tornando-se o ciclone tropical mais intenso no Índico Sudoeste desde o ciclone Hondo em 2009.[28] Cleo atingiu seu pico de intensidade ainda naquele dia, com ventos máximos sustentados de 215 km/h (1 minuto sustentado), segundo o JTWC,[29] ou 195 km/h (10 minutos sustentados), segundo o CMRE de Reunião.[30]

A partir de então Cleo começou a se enfraquecer gradualmente, e deixou de ser um ciclone tropical intenso no início da madrugada (UTC) de 9 de dezembro,[31] e se enfraqueceu para uma tempestade tropical severa ainda naquele dia.[32] Com a piora das condições meteorológicas, Cleo se enfraqueceu para uma tempestade tropical moderada em 10 de dezembro,[33] e para uma perturbação tropical no dia seguinte.[34] A partir de então, Cleo alternou-se entre depressão e perturbação tropical várias vezes.[35] Finalmente, em 14 de dezembro, o CMRE de Reunião desclassificou Cleo para uma área de perturbações meteorológicas remanescente e emitiu seu aviso final.[36]

Tempestade tropical severa David[editar | editar código-fonte]

David
05S
Tempestade tropical severa  (Météo-France)
Tempestade tropical  (EFSS)
{{{image}}} David 2009 track.png
Duração 13 de dezembro de 2009—26 de dezembro de 2009
Intensidade 55 nós (102 km/h, 63 mph) 1 e 10 min, 980 hPa (mbar)

Na manhã (UTC) de 13 de dezembro, o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião classificou uma área de perturbações meteorológicas a leste-sudeste do Território Britânico do Oceano Índico como a perturbação tropical "07R".[37] Poucas horas depois, o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) classificou o sistema para um ciclone tropical significativo, e lhe atribuiu a designação "05S".[38] No entanto, o sistema logo atingiu seu pico de intensidade, com ventos máximos sustentados de 65 km/h, segundo o JTWC.

A partir de então, o ciclone começou a se enfraquecer assim que as condições meteorológicas pioraram, e tanto o JTWC quanto o CMRE de Reunião emitiram seus avisos finais sobre o sistema em 14 de dezembro.[37] [39] No entanto, após vários dias de inatividade, a área de baixa pressão remanescente do sistema voltou a mostrar sinais de organização em 20 de dezembro, e o CMRE de Reunião voltou a classificar o sistema para uma perturbação tropical,[37] enquanto que o JTWC voltou a emitir avisos regulares sobre o sistema.[40] No início da tarde (UTC) de 21 de dezembro, o CMRE de Reunião classificou o sistema para uma tempestade tropical moderada, e lhe atribuiu o nome "David".[37] Seguindo para leste-sudeste, David continuou a se intensificar gradualmente, e se tornou uma tempestade tropical severa, segundo o CMRE de Reunião, na manhã de 24 de dezembro.[37] No entanto, as condições atmosféricas pioraram novamente e David atingiu seu pico de intensidade, com ventos de até 100 km/h, segundo o JTWC.[41]

A partir de então, David começou a se enfraquecer, e deixou de ser uma tempestade tropical severa no início da madrugada (UTC) de 25 de dezembro.[37] O rápido enfraqucimento continuou, e David se enfraqueceu para uma depressão tropical,[37] e para uma perturbação tropical, mais tarde naquele dia.[37] Enquanto isso, o JTWC emitiu seu aviso final sobre o sistema.[42] Ainda no início da tarde de 26 de dezembro (UTC), o CMRE de Reunião emitiu seu aviso final sobre o sistema.[37]

Ciclone tropical muito intenso Edzani[editar | editar código-fonte]

Edzani
07S
Ciclone tropical muito intenso  (Météo-France)
Categoria 5  (EFSS)
{{{image}}} Edzani 2010 track.png
Duração 4 de janeiro de 2010—12 de janeiro de 2010
Intensidade 140 nós (259 km/h, 161 mph) 1 min
120 nós (222 km/h, 138 mph) 10 min, 905 hPa (mbar)

Em 4 de janeiro, um sistema tropical já conhecido como a baixa tropical 03U adentrou à área de responsabilidade do CMRE de Reunião, que o classificou imediatamente como uma perturbação tropical.[43] Horas depois, a perturbação se intensificou para uma depressão tropical.[43] Na madrugada (UTC) de 6 de janeiro, o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) classificou o sistema para um ciclone tropical significativo e lhe atribuiu a designação "07S".[44] Poucas horas mais tarde, o CMRE de Reunião classificou o sistema para uma tempestade tropical moderada e lhe atribuiu o nome "Edzani".[43] Seguindo para oeste-sudoeste, Edzani continuou a se intensificar gradualmente e se tornou uma tempestade tropical severa no início da madrugada (UTC) de 7 de janeiro.[43] A partir de então, Edzani começou a sofrer intensificação explosiva e se tornou um ciclone tropical, segundo o sistema de classificação do CMRE de Reunião, seis horas depois. Edzani se tornou um ciclone tropical intenso, segundo o CMRE de Reunião, ainda no início daquela noite (UTC).[43] A rápida intensificação continuou, e Edzani intensificou-se para um ciclon tropical muito intenso no início da tarde de 8 de janeiro. Edzani foi o primeiro ciclone tropical muito intenso no Índico Sudoeste desde o ciclone Juliet em 2005.[43] Edzani atingiu seu pico de intensidade no início da tarde (UTC) de 8 de janeiro, com ventos máximos sustentados (1 minuto sustentado) de 260 km/h, segundo o JTWC,[45] ou 220 km/h (10 minutos sustentados) segundo o CMRE de Reunião.[43]

No entanto, as condições meteorológicas começaram a piorar assim que Edzani seguia para sudoeste. No início da madrugada (UTC) de 9 de janeiro, Edzani deixou de ser um ciclone tropical muito intenso,[43] e se enfraqueceu para um simples ciclone tropical na manhã de 10 de janeiro.[43] Continuando a seguir para sul-sudoeste, Edzani se enfraqueceu para uma tempestade tropical severa no início da madrugada (UTC) de 11 de janeiro.[43] Com a diminuição da temperatura da superfície do mar e com o aumento do cisalhamento do vento, Edzani se enfraqueceu para uma tempestade tropical moderada mais tarde naquele dia.[43] Finalmente, no início da madrugada de 12 de janeiro, o CMRE de Reunião desclassificou Edzani para um ciclone extratropical remanescente.[43] No entanto, o JTWC manteve Edzani como um sistema tropical até a noite (UTC) de 14 de janeiro, quando também emitiu seu aviso final sobre o sistema.[46]

Perturbação tropical 09[editar | editar código-fonte]

09R
Depressão tropical  (Météo-France)
{{{image}}} 09R 2010 track.png
Duração 15 de janeiro de 2010—15 de janeiro de 2010
Intensidade 25 nós (46 km/h, 29 mph) 10 min, 1005 hPa (mbar)

Na manhã (UTC) de 15 de janeiro, o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião classificou um sistema de áreas de convecção profunda ao largo da costa leste de Madagascar para uma perturbação tropical.[47] No entanto, devido às condições meteorológicas desfavoráveis, a perturbação logo se degenerou para uma área de perturbações meteorológicas mais tarde naquele dia, quando o CMRE de Reunião emitiu seu aviso final sobre o sistema.[47]

Depressão subtropical 10[editar | editar código-fonte]

10R
11S
Depressão tropical  (Météo-France)
Tempestade tropical  (EFSS)
{{{image}}} 11-S_2010_track.png
Duração 26 de janeiro de 2010—30 de janeiro de 2010
Intensidade 35 nós (65 km/h, 40 mph) 1 e 10 min, 995 hPa (mbar)

No início da noite (UTC) de 26 de janeiro, o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião classificou um aglomerado de nuvens a leste de Madagascar como a área de perturbações meteorológicas "10R".[48] Seguindo para sul, o sistema se tornou uma perturbação tropical, segundo a CMRE de Reunião no dia seguinte.[49] praticamente ao mesmo tempo, o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) classificou o sistema como um ciclone tropical significativo e lhe atribuiu a designação "11W".[50] No entanto, o sistema estava embebido na zona baroclínica e exibia características extratropicais, embora tivesse um núcleo quente. Com isso, o CMRE de Reunião classificou o sistema como uma depressão subtropical na manhã (UTC) de 29 de janeiro.[51]

Continuando a seguir para sul, a depressão não foi capaz de se intensificar e se degenerou para uma área de perturbações meteorológicas em 30 de janeiro, e o CMRE de Reunião emitiu seu aviso final sobre o sistema.[52] Praticamente ao mesmo tempo, o JTWC também emitiu seu aviso final sobre o sistema.[53]

Tempestade tropical moderada Fami[editar | editar código-fonte]

Fami
13S
Tempestade tropical moderada  (Météo-France)
Tempestade tropical  (EFSS)
{{{image}}} Fami 2010 track.png
Duração 1 de fevereiro de 2010—2 de fevereiro de 2010
Intensidade 35 nós (65 km/h, 40 mph) 1 min
40 nós (74 km/h, 46 mph) 10 min, 993 hPa (mbar)

Em 1 de fevereiro, o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) de Reunião classificou uma área de perturbações meteorológicas sobre o canal de Moçambique como a perturbação tropical "11R".[54] O sistema se organizou e se tornou uma depressão tropical no dia seguinte.[55] Seguindo para leste, o sistema se intensificou e o CMRE de Reunião classificou o sistema para uma tempestade tropical moderada horas depois, e lhe tribuiu o nome "Fami".[56] Ainda naquela manhã, o JTWC também classificou o sistema para um ciclone tropical significativo e lhe atribuiu a designação "13S".[57] Entretanto, o sistema logo atingiu seu pico de intensidade, com ventos máximos sustentados de 65 km/h (1 minuto sustentado), segundo o JTWC,[58] ou 75 km/h (10 minutos sustentados), segundo o CMRE de Reunião.

Logo em seguida, Fami atingiu a costa oeste de Madagascar e se enfraquceu rapidamente sobre terra. No início daquela tarde, o CMRE de Reunião desclassificou o sistema para uma depressão sobre terra e emitiu seu aviso final sobre o sistema.[59] O JTWC também fez o mesmo horas mais tarde.[60]

A cidade de Morondava, na costa oeste de Madagascar, foi a mais afetada por Fami. A cidade enfrentou enchentes e algumas residências não suportaram a enxurrada.[61]

Ciclone tropical intenso Gelane[editar | editar código-fonte]

Gelane
16S
Ciclone tropical intenso  (Météo-France)
Categoria 4  (EFSS)
{{{image}}} Gelane 2010 track.png
Duração 15 de fevereiro de 2010—21 de fevereiro de 2010
Intensidade 125 nós (232 km/h, 144 mph) 1 min
110 nós (204 km/h, 127 mph) 10 min, 930 hPa (mbar)

Uma área de perturbações meteorológicas que persistia a norte-nordeste de Reunião começou a mostrar sinais de organização, e o CMRE de Reunião classificou o sistema para uma perturbação tropical em 15 de fevereiro, atribuindo-lhe a designação "12R".[62] No dia seguinte, o sistema se intensificou para uma depressão,[63] enquanto que o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) o classificou para um ciclone tropical significativo na madrugada (UTC) de 16 de fevereiro.[64] Seguindo para sul, o sistema começou a se intensificar gradativamente, e o CMRE de Reunião classificou o ciclone para a tempestade tropical moderada "Gelane" também naquele dia.[65] Gelane continuou a se intensificar, tornando-se uma tempestade tropical severa no início da madrugada (UTC) de 17 de fevereiro.[66] A partir de então, Gelane começou a sofrer rápida intensificação e se tornou um ciclone tropical na escala de ciclones utilizada pela Météo-France horas mais tarde,[67] embora tenha se enfraquecido para uma tempestade tropical severa ainda naquele dia devido à mudanças internas da tempestade.[68] Gelane voltou a se intensificar rapidamente e se tornou um ciclone tropical intenso na manhã (UTC) de 19 de fevereiro,[69] e atingiu seu pico de intensidade ainda naquele dia, com ventos máximos sustentados de 230 km/h (1 minuto sustentado), segundo o JTWC,[70] ou 205 km/h(10 minutos sustentados), segundo o CMRE de Reunião.

Continuando a seguir para sul, Gelane encontrou condições meteorológicas desfavoráveis e começou a se enfraquecer, deixando de ser um ciclone tropical intenso na manhã de 20 de fevereiro.[71] Mais tarde naquele dia, Gelane se enfraqueceu para uma tempestade tropical severa.[72] As condições meteorológicas pioraram ainda mais e Gelane se enfraqueceu para uma tempestade tropical, e para uma perturbação tropical ainda em 21 de fevereiro, quando emitiu seu aviso final sobre o sistema.[73] Ainda naquela noite, o JTWC emitiu seu aviso final sobre Gelane.[74]

Tempestade tropical severa Hubert[editar | editar código-fonte]

Hubert
Tempestade tropical severa  (Météo-France)
Tempestade tropical  (EFSS)
{{{image}}} Hubert 2010 track.png
Duração 7 de março de 2010—15 de março de 2010
Intensidade 55 nós (102 km/h, 63 mph) 1 e 10 min, 987 hPa (mbar)

Em 09 de março, uma perturbação tropical formou-se entre Madagascar e Réunion. Em 10 de março se fortaleceu para uma tempestade tropical e foi nomeado Hubert pelo serviço meteorológico de Madagascar e logo depois fez landfall ao norte de Mananjary. Pelo menos dez pessoas foram mortas pelas tempestades e outros 32 mil foram afetadas em todo Madagascar. Mais tarde relatórios confirmaram que quatro pessoas haviam sido mortas e outras duas estavam desaparecidas. Cerca de 38 mil pessoas ficaram desabrigadas por enchentes provocadas por chuvas torrenciais da tempestade.

Ciclone tropical Imani[editar | editar código-fonte]

Imani
Ciclone tropical  (Météo-France)
Categoria 1  (EFSS)
{{{image}}} Imani 2010 track.png
Duração 20 de março de 2010—27 de março de 2010
Intensidade 70 nós (130 km/h, 81 mph) 1 e 10 min, 965 hPa (mbar)

A perturbação tropical 14 formou-se em 22 de Março no extremo leste da bacia do Sudoeste do Oceano Índico, perto de 90 º E. Tornou-se uma depressão tropical no mesmo dia, e foi atualizado para a tempestade tropical moderada Imani em 23 de Março e uma tempestade torpical severa no dia seguinte. Ele continuou a se fortalecer assim que seguia para o sul, e alcançou a intensidade de ciclone tropical em 25 de março. Ele começou a se dissipar em 26 de março, e La Reunion tinha parado liberando alertas sobre Imani em 12:00 de 26 de março.

Depressão tropical 15 (Robyn)[editar | editar código-fonte]

15
Depressão tropical  (Météo-France)
Depressão tropical  (EFSS)
{{{image}}} Robyn 2010 track.png
Duração 7 de abril de 2010—7 de abril de 2010
Intensidade 30 nós (56 km/h, 35 mph) 1 e 10 min, 998 hPa (mbar)

Os remanescentes do ciclone tropical Robyn cruzou para esta bacia, em 7 de abril como uma depressão de enchimento, e um alerta foi emitido pela única RSMC La Réunion.

Depressão subtropical Joel[editar | editar código-fonte]

Joel
Depressão tropical  (Météo-France)
{{{image}}} Joel 2010 track.png
Duração 26 de maio de 2010—29 de maio de 2010
Intensidade 60 nós (111 km/h, 69 mph) 1 e 10 min, 996 hPa (mbar)

Uma área de convecção sudoeste de Madagascar foi designada como Depressão Subtropical 16 pela RSMC La Reunion, em 26 de maio. O pequeno sistema intensificou-se rapidamente e logo foi chamado Joel, embora ainda classificado como uma depressão subtropical.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

O gráfico abaixo mostra de forma clara a duração e a intensidade de cada ciclone tropical:

Nomes das tempestades[editar | editar código-fonte]

As perturbações tropicais são nomeadas depois de alcançar a força de uma tempestade tropical moderada. Se uma perturbação tropical alcança esta intensidade na região ao sul da Linha do Equador e a oeste do meridiano 55°L, então o sistema é nomeado pelo Centro sub-regional de Aviso de Ciclone Tropical de Madagascar. Se o sistema alcançar esta intensidade na região ao sul da Linha do Equador e entre os meridianos 55°L e 90°L, então é nomeado pelo Centro Sub-regional de Aviso de ciclone Tropical de Maurícia. As listas são recicladas a cada ano e portanto, nomes não são retirados definitivamente.

Abaixo está a lista a ser usada para esta temporada (os nomes não usados estão em cinza):

  • Joel (Sem usar)
  • Kanja (Sem usar)
  • Lunda (Sem usar)
  • Mohono (Sem usar)
  • Nigel (Sem usar)
  • Olympe (Sem usar)
  • Pamela (Sem usar)
  • Quentin (Sem usar)
  • Rahim (Sem usar)
  • Savana (Sem usar)
  • Themba (Sem usar)
  • Uyapo (Sem usar)
  • Viviane (Sem usar)
  • Walter (Sem usar)
  • Xangi (Sem usar)
  • Yemurai (Sem usar)
  • Zanele (Sem usar)

[75]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Temporada de ciclones no Índico Sudoeste de 2009-2010

Referências

  1. PERTURBATION TROPICALE 1 (em Francês) CMRE De Reunião (18/08/2009). Visitado em 18/11/2009.
  2. ZONE OF DISTURBED WEATHER 1 (em Inglês) CMRE De Reunião (18/08/2009). Visitado em 18/11/2009.
  3. ZONE PERTURBEE 2 (em Francês) CMRE De Reunião (20/09/2009). Visitado em 18/11/2009.
  4. ZONE PERTURBEE 2 (em Francês) CMRE De Reunião (20/09/2009). Visitado em 18/11/2009.
  5. TROPICAL DISTURBANCE 3 (em Inglês) CMRE De Reunião (7/11/2009). Visitado em 19/11/2009.
  6. TROPICAL DISTURBANCE 3 (em Inglês) CMRE De Reunião (10/11/2009). Visitado em 19/11/2009.
  7. TROPICAL DISTURBANCE 4 (em Inglês) CMRE de Reunião (14/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  8. TROPICAL CYCLONE 01S (ONE) WARNING NR 001 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (14/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  9. TROPICAL DEPRESSION 4 (em Inglês) CMRE de Reunião (14/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  10. MODERATE TROPICAL STORM 4 (em Inglês) CMRE de Reunião (14/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  11. TROPICAL CYCLONE 4 (ANJA) (em Inglês) CMRE de Reunião (15/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  12. Tropical Cyclone ANJA Best Track (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (18/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  13. SEVERE TROPICAL STORM 4 (ANJA) (em Inglês) CMRE de Reunião (17/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  14. TROPICAL DEPRESSION 4 (EX-ANJA) (em Inglês) CMRE de Reunião (18/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  15. TROPICAL DISTURBANCE 4 (EX-ANJA) (em Inglês) CMRE de Reunião (18/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  16. TROPICAL CYCLONE 01S (ANJA) WARNING NR 010 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (18/11/2009). Visitado em 21/11/2009.
  17. TROPICAL DISTURBANCE 5 1006 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (22/11/2009). Visitado em 27/11/2009.
  18. MODERATE TROPICAL STORM 5 (BONGANI) 997 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (23/11/2009). Visitado em 27/11/2009.
  19. TROPICAL CYCLONE 02S (TWO) WARNING NR 001 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (23/11/2009). Visitado em 27/11/2009.
  20. TROPICAL DISTURBANCE 5 (EX-BONGANI) 1000 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (24/11/2009). Visitado em 27/11/2009.
  21. ZONE OF DISTURBED WEATHER 5 (EX-BONGANI) 1009 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (25/11/2009). Visitado em 27/11/2009.
  22. TROPICAL CYCLONE 02S (BONGANI) WARNING NR 006 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (25/11/2009). Visitado em 27/11/2009.
  23. ZONE OF DISTURBED WEATHER 6 1003 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (06/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  24. TROPICAL CYCLONE 03S (THREE) WARNING NR 001 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (07/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  25. TROPICAL DEPRESSION 6 998 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (07/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  26. MODERATE TROPICAL STORM 6 (CLEO) 994 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (07/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  27. SEVERE TROPICAL STORM 6 (CLEO) (em Inglês) CMRE de Reunião (08/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  28. INTENSE TROPICAL CYCLONE 6 (CLEO) (em Inglês) CMRE de Reunião (08/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  29. Tropical Cyclone 03S (Cleo) Best Track (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (14/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  30. CYCLONE tropical intense: CLEO (em Francês) CMRE de Reunião (14/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  31. TROPICAL CYCLONE 6 (CLEO) 947 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (09/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  32. SEVERE TROPICAL STORM 6 (CLEO) 980 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (09/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  33. MODERATE TROPICAL STORM 6 (CLEO) 988 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (10/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  34. TROPICAL DISTURBANCE 6 (EX-CLEO) 1000 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (11/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  35. CYCLONE tropical intense CLEO (em Francês) CMRE de Reunião (14/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  36. ZONE OF DISTURBED WEATHER 6 (EX-CLEO) 1005 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (14/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  37. a b c d e f g h i Forte TEMPETE tropicale DAVID (em Francês) (26/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  38. TROPICAL CYCLONE 05S (FIVE) WARNING NR 001 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (14/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  39. TROPICAL CYCLONE 05S (FIVE) WARNING NR 003 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (13/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  40. TROPICAL CYCLONE 05S (FIVE) WARNING NR 004 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (20/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  41. Tropical Cyclone 05S (David) Best Track (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (30/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  42. TROPICAL CYCLONE 05S (FIVE) WARNING NR 015 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (25/12/2009). Visitado em 17/01/2010.
  43. a b c d e f g h i j k l CYCLONE tropical très intense (em Francês) CMRE de Reunião (15/01/2010). Visitado em 17/01/2010.
  44. TROPICAL CYCLONE 07S (SEVEN) WARNING NR 001 (em Inglês) Joint Typhoon Waring Center (06/01/2010). Visitado em 17/01/2010.
  45. Tropical Cyclone 07S (Edzani) Best Track (em Inglês) Joint Typhoon Waring Center (14/01/2010). Visitado em 17/01/2010.
  46. TROPICAL CYCLONE 07S (EDZANI) WARNING NR 018 (em Inglês) Joint Typhoon Waring Center (14/01/2010). Visitado em 17/01/2010.
  47. a b Perturbation tropicale 09-20092010 (em Inglês) CMRE de Reunião (15/01/2010). Visitado em 17/10/2010.
  48. ZONE OF DISTURBED WEATHER 10 1006 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (26/01/2010). Visitado em 01/02/2009.
  49. TROPICAL DISTURBANCE 10 1003 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (27/01/2010). Visitado em 01/02/2009.
  50. TROPICAL CYCLONE 11S (ELEVEN) WARNING NR 001 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (27/01/2010). Visitado em 01/02/2009.
  51. DEPRESSION SUBTROPICALE 10 997 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (29/01/2010). Visitado em 01/02/2009.
  52. FILLING DEPRESSION 10 1000 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (30/01/2010). Visitado em 01/02/2009.
  53. TROPICAL CYCLONE 11S (ELEVEN) WARNING NR 006 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (30/01/2010). Visitado em 01/02/2009.
  54. ISSUED BY METEO-FRANCE/TROPICAL CYCLONE CENTRE/LA REUNION 01/02/2010 (em Inglês) CMRE de Reunião (01/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  55. METEO-FRANCE/CENTRE DES CYCLONES TROPICAUX DE LA REUNION (em Inglês) CMRE de Reunião (02/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  56. TROPICAL CYCLONE TECHNICAL BULLETIN (SOUTH-WEST INDIAN OCEAN) (em Inglês) CMRE de Reunião (02/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  57. TROPICAL CYCLONE 13S (FAMI) WARNING NR 001 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (02/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  58. Tropical Cyclone 13S (Fami) (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (03/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  59. METEO-FRANCE/CENTRE DES CYCLONES TROPICAUX DE LA REUNION (em Inglês) CMRE de Reunião (02/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  60. TROPICAL CYCLONE 13S (FAMI) WARNING NR 002 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (02/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  61. Cyclone Fami making significant damages (em Inglês) Madonline (03/02/2010). Visitado em 21/02/2009.
  62. WARNING FOR METAREA VII AND METAREA VIII (S) (em Inglês) CMRE de Reunião (15/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  63. NEAR GALE WARNING FOR METAREA VII AND METAREA VIII (S) (em Inglês) CMRE de Reunião (16/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  64. TROPICAL CYCLONE 16S (SIXTEEN) WARNING NR 001 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (16/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  65. METEO-FRANCE/CENTRE DES CYCLONES TROPICAUX DE LA REUNION (em Inglês) CMRE de Reunião (16/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  66. STORM WARNING FOR METAREA VIII (S) (em Inglês) CMRE de Reunião (17/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  67. TROPICAL CYCLONE 12 (GELANE) 960 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (17/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  68. EVERE TROPICAL STORM 12 (GELANE) 971 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (17/01/2010). Visitado em 20/02/2010.
  69. INTENSE TROPICAL CYCLONE 12 (GELANE) 950 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (19/01/2010). Visitado em 20/02/2010.
  70. Tropical Cyclone 16S (Gelane) Best Track (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (20/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  71. TROPICAL CYCLONE 12 (GELANE) 970 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (20/02/2010). Visitado em 20/02/2010.
  72. SEVERE TROPICAL STORM 12 (GELANE) 980 HPA (em Inglês) CMRE de Reunião (20/01/2010). Visitado em 20/02/2010.
  73. CYCLONE tropical intense GELANE (em Francês) CMRE de Reunião (21/02/2010). Visitado em 21/02/2010.
  74. TROPICAL CYCLONE 16S (GELANE) WARNING NR 018 (em Inglês) Joint Typhoon Warning Center (21/02/2010). Visitado em 21/02/2010.
  75. Liste des noms des tempêtes et cyclones tropicaux pour la saison 2009-2010 sur le Sud-Ouest de l´Océan Indien (em francês). Visitado em 15/11/2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ciclones tropicais da Temporada de ciclones no Índico Sudoeste de 2009-2010
Escala de Furacões de Saffir-Simpson
DT TS TT 1 2 3 4 5