Tendão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tendão
Achilles-tendon.jpg

Um tendão é uma fita ou cordão fibroso, formado por tecido conjuntivo, graças ao qual os músculos se inserem nos ossos ou nos outros órgãos.

Os tendões são estruturas fibrosas, com a função de manter o equilíbrio estático e dinâmico do corpo, através da transmissão do exercício muscular aos ossos e articulações.

Os tendões dos músculos podem ser longos, a origem dos mesmos, assim como a inserção podem estar separadas por muitas articulações.

O conjunto do esforço de diversos grupos de músculos, produz movimentos de flexão, extensão, rotação, abdução, adução e circundação.

Os sões são um tecido conjuntivo, com fibras colágeneas que se entrelaçam, permitindo a distribuição das forças de todas as partes do musculo. Os tendões estão unidos aos ossos por ligamentos anulares(retináculos).

Quando há muita mudança, ou movimento na direção do empuxe de uma articulação, o tendão é circundado pela bainha sinovial , porém se o movimento for limitado, mas existir pressão sobre o osso, ocorre uma bolsa sinovial entre o tendão e o osso. Portanto, a bainha sinovial do tendão, é como se a bolsa formasse um tubo ao redor do tendão, enrolada sobre o mesmo.

Determinados tendões ainda possuem alguns pequenos ossos associados, como por exemplo os ossos sesamóides, que servem como uma espécie de "roldana" para que o tendão deslize.

Estas estruturas possuem capacidade de regeneração, o que nos auxilia muito no tratamento das afecções do mesmo.

Esta regeneração se dá pela proliferação de células do tecido conjuntivo que os envolve.

Ver também[editar | editar código-fonte]