Tengiz Sulakvelidze

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tengiz Sulakvelidze
Тенгиз Сулаквелидзе
თენგიზ სულაქველიძე
Informações pessoais
Nome completo Tengiz Grigoryevich Sulakvelidze
Data de nasc. 23 de Julho de 1956 (57 anos)
Local de nasc. Kutaisi, Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg União Soviética
Altura 1.78 m
Informações profissionais
Posição Defensor/Meio-campista (aposentado)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1974–1978
1978–1988
1989
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Torpedo Kutaisi
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Dínamo Tbilisi
Suécia Holmsund
138 0(2)
279 (21)
014 0(1)
Seleção nacional
1980–1987 Flag of the Soviet Union.svg União Soviética 049 0(2)

Tengiz Grigoryevich Sulakvelidze ou simplesmente Tengiz Sulakvelidze - respectivamente, em russo, Тенгиз Григорьевич Сулаквелидзе e, em georgiano, თენგიზ სულაქველიძე (Kutaisi, 23 de julho de 1956) - é um ex-futebolista georgiano.

Começou em 1974 no time de sua cidade natal, o Torpedo Kutaisi. Em 1978, foi para o principal clube da então RSS da Geórgia, o Dínamo Tbilisi.

Na temporada de estréia, sagrou-se campeão soviético, o segundo do Dínamo e de uma equipe georgiana. O título mais importante viria em 1981, com a Recopa Européia, o segundo troféu europeu de uma clube da União Soviética e primeiro (e único) de um da Geórgia. Ao lado de seus colegas Aleksandre Chivadze, Ramaz Shengelia e Vit'ali Daraselia, foi membro titular da Seleção Soviética que foi à Copa do Mundo de 1982. Sulakvelidze já jogara pela URSS desde 1980, ano em que foi bronze olímpico nos Jogos de Moscou.

Acabou não chamado para a Copa de 1986. Já veterano, foi relembrado para a Eurocopa 1988. Participou apenas do primeiro jogo, contra a Holanda, na vitória por 1 x 0. A Seleção enfrentaria novamente o advesário na final, e dessa vez perderia por 0 x 2. Sulakvelidze encerrou seu ciclo no Dínamo ainda em 1988 e pararia de jogar no ano seguinte, no clube sueco Holmsund.

Há informação de que teria participado da Conflito entre Geórgia e Abecásia no início dos anos 90, quando esta declarou independência[1]

Referências