Tennessee Ernie Ford

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tennessee Ernie Ford
Informação geral
Nome completo Ernest Jennings Ford
Nascimento 13 de fevereiro de 1919
Origem Bristol, Tennessee
País  Estados Unidos
Data de morte 17 de outubro de 1991 (72 anos)
Gênero(s) country, pop, gospel
Instrumento(s) voz
Período em atividade década de 1930 - 1991
Gravadora(s) Capitol Records
Página oficial http://www.ernieford.com

Ernest Jennings Ford (Bristol, 13 de fevereiro de 1919Reston, 17 de outubro de 1991), mais conhecido como Tennessee Ernie Ford, foi um cantor e apresentador de televisão norte-americano que obteve sucesso com a música country, o pop e a música gospel.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nascido em Bristol, Tennessee, filho de Clarence Thomas Ford e Maud Long, Ford começou sua carreira no rádio como locutor na WOPI-AM em sua cidade natal[1] . Em 1939, ele saiu da estação para estudar música clássica e canto no Conservatório de Música de Cincinnati em Ohio. O primeiro-tenente Ford serviu na Segunda Guerra Mundial como responsável pelas bombas nas missões do bombardeiro B-29 Superfortress sobre o Japão. Depois da guerra, Ford trabalhou em estações de rádio em San Bernardino e Pasadena, na Califórnia. Em San Bernardino, Ford foi contratado como locutor, apresentando um programa matutino de música country, chamado Bar Nothin' Ranch Time. Para diferenciar-se, ele criou o personagem "Tennessee Ernie, " um selvagem, louco e exagerado caipira. Ficou popular na região e depois foi contratado pela rádio KXLA de Pasadena.

Ford também fez turnês. Os Mayfield Brothers do oeste do Texas, incluindo Smokey Mayfield, Thomas Edd Mayfield e Herbert Mayfield, estavam entre bandas de aquecimento de Ford, tendo tocado com ele em Amarillo and Lubbocl, durante o final da década de 1940. Na KXLA, Ford continuou fazendo o mesmo espetáculos e ainda juntou-se ao grupo do programa de Cliffie Stone na rádio KXLA, Dinner Bell Roundup como vocalista, sem deixar de fazer seu programa matutino. Cliffie Stone, um olheiro de meia jornada da Capitol Records, levou-o à atenção da gravadora. Em 1949, quando ainda fazia seu programa de manhã, ele assinou um contrato com a Capitol. Tornou-se também uma estrela da televisão local no programa passado no sul da Califórnia, Hometown Jamboree. A RadiOzark produziu 260 episódios de 15 minutos de The Tennessee Ernie Show para transmissão nacional.

Ele lançou quase 50 singles de country no início da década de 1950, vários dos quais chegaram às paradas da Billboard. Na mesma época, Ford encerrou seu programa matutino na rádio KXLA e passou para o programa Hometown Jamboree. Em 1955, Ford gravou "Davy Crockett, King of the Wild Frontier" (que atingiu a 4ª posição na parada country) com "Farewell to the Mountains" no lado B.

"Sixteen Tons"[editar | editar código-fonte]

Ford obteve um sucesso inesperado com sua versão de 1955 da canção de Merle Travis, Sixteen Tons, uma canção pungente dos lamentos dos mineiros de carvão que Travis escrevera em 1946, baseado em sua própria experiência familiar nas minas do Condado de Muhlenberg, no Kentucky. Seu tom fatalista contrastava vividamente com as baladas melosas e o rock and roll em seus primórdios, já começando a dominar as paradas da época:

Inglês
Tradução
You load sixteen tons, what do you get?
Another day older and deeper in debt.
Saint Peter, don't you call me, 'cause I can't go;
I owe my soul to the company store...
Você carrega 16 toneladas, o que você consegue?
Fica um dia mais velho e mais endividado.
São Pedro, não me chame, porque não posso ir.
Eu devo minha alma à loja da companhia...

Com arranjo principal baseado no clarinete feito pelo diretor musical de Ford, Jack Fascinato, "Sixteen Tons" ficou 10 semanas no topo das paradas country e oito semanas nas de música popular, fazendo de Ford uma estrela em mais de um segmento musical e se tornando a sua marca.

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

Ford subsequentemente apresentou seu próprio programa de variedades no horário nobre, The Ford Show, que passou na NBC de 1956 a 1961. Num irônico jogo de palavras, o programa não recebeu o nome de Ernie, mas sim o do patrocinador, a Ford Motor Company. O programa de Ford ficou conhecido por incluir uma canção religiosa ao fim de cada edição; Ford insistiu nisso apesar das objeções dos executivos da emissora que temiam possíveis controvérsias. Na verdade, este tornou-se o segmento mais popular do programa.

Em 1956 ele lançou Hymns, seu primeiro álbum de música gospel, que permaneceu na parada de álbuns da Billboard por 277 semanas consecutivas. Seu álbum "Great Gospel Songs" ganhou um Grammy Award em 1964. Após o fim de seu programa na NBC, Ford mudou-se com sua família para Woodside, no norte da Califórnia. Também manteve um rancho próxmo a Grandjean, ao qual regularmente ia.

De 1962 a 1965, Ford teve um programa diurno de variedades, The Tennessee Ernie Ford Show (mais tarde chamado Hello, Peapickers) na KGO-TV em San Francisco, apresentado sobre a programação de rede da ABC.

Ford foi o porta-voz da Pontiac Furniture Company em Pontiac, Illinois na década de 1970.

As experiências de Ford na Força Aérea durante a Segunda Guerra Mundial levaram-no a envolver-se com o Confederate Air Force (agora denominado Commemorative Air Force), um grupo de preservação de aviões de guerra no Texas. Foi locutor destacado e a celebridade convidada para o evento anual da CAF em Harlingen, Texas, de 1976 a 1988.

Ao longo dos anos, Ford recebeu três estrelas na Calçada da Fama de Hollywood, pelos seus trabalhos no rádio, na indústria fonográfica e na televisão. Também recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade em 1984 e teve seu nome colocado no Country Music Hall of Fame em 1990.

Em sua vida pessoal, tanto Ford como sua esposa Betty enfrentaram numerosos problemas com o alcoolismo. Ele se manteve capaz de trabalhar, aparentemente sem prejuízo em função da ingestão de uísque Cutty Sark, mas na década de 1970 isto começou a cobrar um preço cada vez maior de sua saúde e de sua habilidade de cantar. Após a morte de Betty em função da bebida em 1989, a saúde declinante e os problemas hepáticos de Ernie começaram a se tornar mais aparentes. Sua última entrevista foi gravada em setembro de 1991 para o programa de televisão de sua amiga de longa data, Dinah Shore. Sua deterioração física naquele momento era bastante óbvia.

Ford recebeu reconhecimento póstumo por suas músicas gospel, através da Gospel Music Association no Gospel Music Hall of Fame em 1994.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Ford foi casado com Betty Heminger de 18 de setembro de 1942 até a morte dela, em 26 de fevereiro de 1989. Eles tiveram dois filhos: Jeffrey Buckner “Buck” Ford (?-) e Brion Leonard Ford (1952-2008). Menos de quatro meses após a morte de Betty, Ford casou-se novamente. Em 28 de setembro de 1991, ele foi acometido de uma insuficiência hepática severa no Aeroporto Dulles logo após ter participado de um jantar presidencial na Casa Branca, com o então presidente George H. W. Bush. Ford faleceu no H. C. A. Reston Hospital Center, em Reston, Virgínia, em 17 de outubro - exatamente 36 anos após o lançamento de "Sixteen Tons" e um dia antes do primeiro aniversário de sua inclusão no Country Music Hall of Fame[2] . Ford foi enterrado no Alta Mesa Memorial Park, em Palo Alto, Califórnia, com a seguinte localização: Lot 242 Sub 1, Urn Garden. Sua segunda esposa, Beverly (Wood) Ford (1921-2001), faleceu 10 anos após Ernie e seu corpo foi enterrado junto ao do marido.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Posição Certificação Selo
US Country US
1956 This Lusty Land 12 Capitol
Hymns 2 Platina
1957 Spirituals 5 Ouro
Ford Favorites
Ol' Rockin' Ern
1958 Nearer the Cross 5 Ouro
Star Carol 4 Platina
1959 Gather Round
Friend We Have
1960 Sing a Hymn with Me 23
Sixteen Tons
Sing a Spiritual with Me
Come to the Fair
1961 Civil War Songs of the North
Civil War Songs of the South
Looks at Love
Hymns at Home 67
1962 Mississippi Showboat 110
I Love to Tell the Story 43
Book of Favorite Hymns 71
1963 Long Long Ago
We Gather Together
Story of Christmas 14
1964 Great Gospel Songs
Country Hits Feelin' Blue
World's Best Loved Hymns
1965 Let Me Walk with Thee
Sing We Now of Christmas 31
1966 My Favorite Things
Wonderful Place
God Lives
Bless Your Pea Pickin' Heart
1967 Aloha
Faith of Our Fathers
1968 Our Garden of Hymns (com/ Marilyn Horne)
World of Pop and Country Hits
O Come All Ye Faithful
1969 Songs I Like to Sing
New Wave
Holy Holy
1970 America the Beautiful 192
Everything Is Beautiful
1971 Abide with Me
C-H-R-I-S-T-M-A-S
Folk Album
1972 Mr. Words and Music
Standin' in the Need of Prayer
1973 Country Morning 46
Sings About Jesus
1975 Make a Joyful Noise 35
Ernie Sings & Glen Picks (com Glen Campbell)
1976 His Great Love
For the 83rd Time
1977 He Touched Me Word
1978 Swing Wide Your Golden Gate
1980 Tell Me the Old Story
1984 Keep Looking Back

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Posição Álbum
US Country US
1949 "Tennessee Border" 8 singles only
"Country Junction" 14
"Smokey Mountain Boogie" 8
"Blues Stay Away from Me" (com Merle Travis)
"Mule Train" 1 9
1950 "The Cry of the Wild Goose" 2 15
"Feed'em in the Morning"
"Ain't Nobody's Business But My Own" (com Kay Starr) 5 22
"I'll Never Be Free" (com Kay Starr) 2 3
"What This Country Needs"
"Cincinnati Dancing Pig" (com The Starlighters)
"Little Juan Pedro"
1951 "The Shotgun Boogie" 1 14
"Tailor Made Woman" (com Joe "Fingers" Carr) 8
"Ocean of Tears" (com Kay Starr)
"Mr. and Mississippi" 2 18
"The Strange Little Girl" 9
"Kissin' Bug Boogie"
"Hey Good Lookin'" (com Helen O'Connell)
"Rock City Boogie" (com The Dinning Sisters)
1952 "Hambone"
"Everybody's Got Girl But Me"
"Snowshoe Thompson"
"Blackberry Boogie" 6
"False Hearted Girl" (com Ella Mae Morse)
1953 "I Don't Know"
"Hey, Mr. Cotton Picker" 8
"Don't Start Courtin' in a Hot Rod Ford" (com Molly Bee)
"Kiss Me Big"
1954 "Honeymoon's Over" (com Betty Hutton)
"River of No Return" 9
"Ein Zwei Drei"
"Somebody Bigger Than You or I"
1955 "The Ballad of Davy Crockett" 4 5
"His Hands" 13 Spirituals
"Sixteen Tons" 1 1 Ford Favorites
1956 "You Don't Have to Be a Baby to Cry" 78
"That's All" 12 17
"John Henry" This Lusty Land
"Rock and Roll Boogie" single only
"First Born" 46 Ford Favorites
1957 "Watermelon Song"
"False Hearted Girl" This Lusty Land
"In the Middle of an Island" 23 singles only
"Ivy League" 23
1958 "Bless Your Pea Pickin' Heart" singles only
"Love Makes the World Go Round"
"Glad Rags"
1959 "Black-Eyed Susie"
"Sunny Side of Heaven"
1960 "O Mary Don't You Weep" Sing a Spiritual with Me
"Little Klinker" singles only
"Bless the Land"
1961 "Dark as a Dungeon"
"Little Red Rockin' Hood"
1962 "Take Your Girlie to the Movies" Mississippi Showboat
"Rags an Old Iron" single only
"How Great Thou Art" I Love to Tell the Story
1965 "Hicktown" 9 single only
"Now It's All Over" Bless Your Pickin' Heart
"Sing We Now of Christmas"A Sing We Now of Christmas
1966 "God Lives" God Lives
1967 "Lahaina Luna" Aloha
"Hand-Me-Down Things" single only
1968 "Talk to the Animals" World of Pop and Country Hits
1969 "Honey-Eyed Girl (That's You That's You)" 54 New Wave
1970 "Rainy Night in Georgia" Everything Is Beautiful
1971 "Happy Songs of Love" 58 singles only
1972 "Pea-Pickin' Cock"
1973 "Printers Alley Stars" 66 Country Morning
"Farther Down the River (Where the Fishin's Good)" 73
"Colorado Country Morning"B 70
1974 "Sweet Child of Sunshine"
"I've Got Confidence" Make a Joyful Noise
1975 "Come On Down" 52
"Baby" (com Andra Willis) 63 Country Morning
"The Devil Ain't a Lonely Woman's Friend" 96 single only
1976 "I Been to Georgia On a Fast Train" 95 For the 83rd Time
"Dogs and Sheriff John"
  • A"Sing We Now of Christmas" atingiu a 2ª posição na revista RPM.
  • B"Colorado Country Morning" atingiu a 85ª posição na revista RPM, parada Country no Canadá.

Referências

  1. William Addams Reitwiesner (2008). Ancestry of Tennessee Ernie Ford. Página visitada em 2008-12-27.
  2. Glenn Collins (18 outubro 1991). Tennessee Ernie Ford Dies at 72; Folksy Singer Recorded '16 Tons'. Página visitada em 2008-12-27.

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • Whiteside, Johnny. The Encyclopedia of Country Music. New York: [s.n.], 1998. Capítulo: Tennessee Ernie Ford. , 176–7 p. ISBN 0195116712

Ligações externas[editar | editar código-fonte]