Tentação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Fall of Man-1616-Hendrik Goltzius.jpg

Tentação é um estímulo ou indução a um ato que pareça atraente, ainda que seja inapropriado ou contradiga alguma norma ou convenção social sendo, consequentemente, proibido. A definição de tentação pode ser aplicada a uma ampla gama de ações (por exemplo, o desrespeito a uma restrição alimentar, a trapaça, a ostentação de artigos de luxo, a procrastinação.

A tentação pode estar presente no próprio objeto de desejo ou no modo como este é apresentado (vide publicidade), ou ainda na indução por parte de outrem através de métodos tão diversos como o elogio, o pedido, a bajulação, o apelo à cumplicidade, o atiçar da curiosidade, o uso indevido da autoridade, a geração de medo, angústia ou expectativa, a ameaça de perda, a sedação ou a manipulação.

Na prática da propaganda, a tentação é peça central do marketing e da publicidade efetivos, a fim de persuadir os consumidores a aceitarem um determinado produto ou oferta. Uma técnica de publicidade bastante conhecida envolve a banalização positiva do conceito de tentação, como se vê em "a mais suculenta tentação desde a invenção do chocolate".


Citações notáveis[editar | editar código-fonte]

  • Posso resistir a tudo, menos à tentação.

(Oscar Wilde - 16. Outubro 1854 - 30. Novembro 1900 - escritor e dramaturgo irlandês)

  • Alguns dos que fogem à tentação desejam secretamente que ela os alcance.

(Giovanni Guareschi - 1. Maio 1908 - 22. Julho 1968 - escritor e jornalista italiano)

  • A tentação é tão grande quanto a vontade do tentado de sucumbir a ela.

(Silke Zajonz - *11. Março 1970, Alemanha)

  • Assim como Deus, o Diabo conhece nossas forças, fraquezas e limitações.
 (Adílio Gregório da Silva)

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Erik Aurelius, Martin Klein, Johann Anselm Steiger, Eric O. Springsted, Sabine Bobert: Art. Versuchung I. Altes Testament II. Neues Testament III. Kirchengeschichtlich IV. Systematisch-theologisch V. Praktisch-theologisch. In: Theologische Realenzyklopädie 35 (2003), S. 44-70 (umfassender theol. Überblick)
  • Benedikt XVI., Jesus von Nazareth. Von der Taufe im Jordan bis zur Verklärung, Herder, 2007, ISBN 3-451-29861-9
  • Joachim Gnilka, Das Evangelium nach Matthäus (Herders theologischer Kommentar zum Neuen Testament Bd. 1), Freiburg/B 1986.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Tentação