Teodoro Metoquita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Teodoro Metoquites)
Ir para: navegação, pesquisa
Teodoro Metoquita presenteando um modelo da renovada Igreja de Chora para o Cristo Pantocrator
Mosaico na Igreja de São Salvador em Chora, em Istambul.

Teodoro Metoquita[1] (em grego: Θεόδωρος Μετοχίτης; transl.: Theódoros Metochítes; 1270 - 1332) foi um estadista, escritor, filósofo e patrono das artes bizantino. Entre circa 1305 e 1328 ele foi o conselheiro pessoal (mesazon) do imperador Andrônico II Paleólogo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Metoquita nasceu em Niceia, filho do arquidiácono Jorge Metoquita, um fervoroso defensor da União das Igrejas decretada no Segundo Concílio de Lyon (1274). Após o Concílio de Blaquerna, seu pai foi condenado e exilado, e é possível que Metoquita tenha passado a sua adolescência num ambiente monástico na Bitínia, Ásia Menor. Ele se dedicou a estudar tanto autores seculares quanto religiosos. Quando Andrônico II visitou Niceia em 1290/1291, Metoquita impressionou-o de tal forma que ele foi imediatamente chamado à corte e transformado em logóteta dos rebanhos. Pouco mais de um ano depois, ele foi apontado como senador. Além de seus deveres políticos (embaixador na Cilícia em 1295 e na Sérvia em 1299), Metoquita continuou a estudar e escrever. Em 1312/1313, ele começou a aprender Astronomia com Manuel Briênio, se tornando ele próprio o professor de Nicéforo Gregoras. Ele se casou e teve cinco filhos e uma filha, Irene, que se tornaria a esposa do usurpador João Comneno Paleólogo.

A carreira de Metoquita chegou ao auge em 1321, quando, já um dos homens mais ricos de seu tempo, ele foi promovido a grande logóteta. Uma parte do dinheiro foi investido na restauração e decoração da Igreja de Chora, no noroeste de Constantinopla, onde o retrato de Metoquita (vide) ainda pode ser visto, num famoso mosaico no nártex da igreja, acima da entrada para a nave.

A sorte de Metoquita estava, porém, ligada à do imperador. Após alguns anos de uma intermitente guerra civil, Andrônico II foi derrubado em 1328 por seu próprio neto, Andrônico III Paleólogo, e Metoquita caiu com ele. Suas posses lhe foram retiradas e ele foi exilado para Demótica. Em 1330, ele conseguiu retornar para Constantinopla, se retirando para o mosteiro de Chora, onde ele morreu em 13 de março de 1332, com o nome monástico que adotara, Teolepto.

Obras[editar | editar código-fonte]

As obras existentes de Metoquita são 20 poemas em hexâmero datílico, 18 orações (logoi), Comentários sobre as obras de Aristóteles sobre filosofia natural, uma introdução ao estudo da astronomia ptolemaica (Stoicheiosis astronomike) e 120 ensaios sobre vários assuntos, o Semeioseis gnomikai. Muitas delas ainda não foram publicadas.

Edições[editar | editar código-fonte]

  • Featherstone, J. M. 2000. Theodore Metochites’s Poems ‘To Himself’. Introdução, texto e tradução para o inglês. Vienna. ISBN 3-7001-2853-3. Revisado por Lazaris, S. 2002. "Jeffrey Michael Featherstone (Introdução, texto e tradução para o inglês), Theodore Metochites’s poems ‘to Himself’ [Byzantina vindobonensia, XXIII], Wien : Verlag der Österreichischen Akademie der Wissenschaften, 2000", Scriptorium 56 (2002), p. 328*-330* (em inglês)
  • Hult, K. 2002. Theodore Metochites on Ancient Authors and Philosophy: Semeioseis gnomikai 1–26 & 71. Uma edição crítica com a introdução, tradição para o inglês, notas e índice. Com a contribuição de B. Bydén. Studia Graeca et Latina Gothoburgensia 65. Göteborg. ISBN 91-7346-434-1 (em inglês)
  • Bydén, B. 2003. Theodore Metochites' Stoicheiosis astronomike and the study of natural philosophy and mathematics in early Palaiologan Byzantium. 2nd rev. ed. Acta Universitatis Gothoburgensis. Studia Graeca et Latina Gothoburgensia 66. Göteborg. ISBN 91-7346-459-7 (em grego)

Referências

  1. Libera 1990, p. 49

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Teodoro Metoquites
  • Libera, Alain de. Filosofia medieval. [S.l.]: Edicoes Loyola, 1990.
  • Beck, H.-G. 1952. Theodoros Metochites: Die Krise des byzantinischen Weltbildes im 14. Jahrhundert. Munich. (em alemão)
  • Ševčenko, I. 1962. La vie intellectuelle et politique à Byzance sous les premiers Paléologues: Études sur la polémique entre Théodore Métochite et Nicéphore Choumnos. Corpus Bruxellense Historiae Byzantinae. Subsidia 3. Brussels. (em francês)
  • Ševčenko, I. 1975. Theodore Metochites, the Chora, and the Intellectual Trends of His Time. In Underwood, P. A., ed., The Kariye Djami, vol. 4, Studies in the Art of the Kariye Djami and Its Intellectual Background, London (ISBN0-691-99778-X, OCLC 577356), 17–91. (Veja também OCLC 24220728.) (em inglês)
  • de Vries-van der Velden, E. 1987. Théodore Métochite: Une réévaluation. Amsterdam. ISBN 90-70265-58-3 (em francês)