Teorema (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Teorema (filme)
1968

Teorema é uma obra da escola do Cinema Italiano de 1968.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Obra do cineasta italiano Pier Paolo Pasolini, esta realização é muito aclamada no mundo inteiro por cinéfilos, pesquisadores e intelectuais, pelo seu modo inteligente de retratar as instituições italianas, e criticá-las de uma forma sútil.

O filme, de 1968, retrata a história de um indivíduo e a sua influência em uma família burguesa. Curiosamente cada membro da família representa uma instituição e um segmento da sociedade italiana. Através de suas personagens o filme critica a futilidade, o comodismo e a alienação da burguesia.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

  • Título Original: Teorema
  • Gênero: Drama
  • Tempo de Duração: 98 minutos
  • Ano de Lançamento: 1968
  • Estúdio: Aetos Produzioni Cinematografiche / Euro International Film S.p.A.
  • Distribuição: Continental Distributing Inc.
  • Direção e Roteiro: Pier Paolo Pasolini
  • Produção: Manolo Bolognini e Franco Rossellini
  • Música: Ennio Morricone
  • Fotografia: Giuseppe Ruzzolini
  • Desenho de Produção: Luciano Puccini
  • Figurino: Roberto Capucchi e Marcella De Marchis
  • Edição: Nino Baragli

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.