Teorema de Morera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em análise complexa, um ramo da matemática, o teorema de Morera, em homenagem a Giacinto Morera, dá um critério importante para provar que uma função é holomórfica.

Teorema de Morera afirma que uma função complexa, contínua, de valor ƒ definida em um conjunto aberto simplesmente conexo D no plano complexo que satisfaz:

\oint_\gamma f(z)\,dz = 0

\gamma em D, para cada curva seccionada fechada C1, deve ser holomórfico sobre D[1] [2] .

Portal A Wikipédia possui o
Portal da Matemática.

Referências

  1. Gabriel E. Pires (1998). Notas em Analise Complexa. Departamento de Matemática do Instituto Superior Técnico de Lisboa. Página visitada em 9/Jan/2014.
  2. Artemio Gonzalez Lopez (Setembro de 2003). Variable Compleja. Departamento de Física Teórica de Universia España. Página visitada em 9/jan/2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.