Teoria ácido-base de Brønsted-Lowry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Teoria ácido-base de Brönsted-Lowry, conceito ácido-base de Brönsted-Lowry ou ainda modelo ácido-base de Brönsted-Lowry é uma das elaboradas teorias ácido-base que propõe descrever o mecanismo de reação entre ácidos e bases. Recebe o nome composto Brönsted-Lowry em homenagem a dois cientistas que a propuseram independentemente: Johannes Nicolaus Brönsted e Thomas Martin Lowry, ambos em 1923.[1] [2] [3] [4]

As espécies químicas consideradas ácido ou base, são, por simplicidade, muitas vezes ditas "ácido (ou base...) de Brönsted". Menos frequente, embora, pode-se ainda encontrar a denominação ácido de Lowry.

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Nesse proposto sistema (e é isso o que precisamente o caracteriza, em essência), chama-se:[4]

Pares conjugados[editar | editar código-fonte]

Comportam-se, desse modo, as espécies químicas efetivamente como pares conjugados: uma dada espécie química será apreciada como ácido ("ácido de Brönsted-Lowry") em relação a outra espécie química bem definida. Com efeito, pode dar-se de certa espécie química "A" mostrar-se um ácido perante outra espécie "B" e, todavia, comportar-se como base perante uma terceira espécie "C" — o que está em perfeita conformidade com o modelo proposto (a proposta teoria ácido base de Brönsted-Lowry).[4]

Água como base de Brønsted[editar | editar código-fonte]

Assim, outras substâncias, tais como a água, podem comportar-se, nessa definição específica, quer como ácido quer como base, a depender do par em apreciação.

Como exemplo, na reação entre ácido acético e água, o ácido acético atua como um ácido por doar um hidrogenio à água, a qual atua como uma base (em relação ao ácido em consideração). A equação é:[4]

\mathsf{CH_3COOH+H_2O \longrightarrow H_3O^++CH_3COO^-}

Água como ácido de Brønsted[editar | editar código-fonte]

Doutro lado, a água pode também atuar como um ácido perante, por exemplo, a amônia (NH3).

A equação para essa reação (que vem a ser a reação de hidratação da amônia) é:[4]

\mathsf{NH_3+H_2O \longrightarrow NH_4^++OH^-}

na qual H2O doa um hidrogenio a NH3, próton que se liga por covalência dativa ao grupo (:)NH3, dado que o átomo de nitrogênio dispõe dum par de elétrons em seu último nível; esse par eletrônico vem a ser o par ligante da coordenovalência.

A água mostra, dessa forma, ser anfótera: hábil a atuar tanto como um ácido como uma base, na estrita dependência da espécie química que lhe é conjugada. Essas reações são reversíveis: ocorrem tanto num sentido quanto no seu inverso.

A reação inversa da reação entre ácido acético e água (recombinação das espécies dissociadas) é:

\mathsf{H_3O^++CH_3COO^- \longrightarrow CH_3COOH+H_2O}

Na reação inversa, H3O+ atua como um ácido ao doar um próton ao radical acetato, CH3COO-, que atua como uma base conjugada.

Como na dissociação, CH3COOH atua como um ácido ao doar um próton, e a água como uma base ao recebê-lo. H2O e H3O+ são entretanto considerados um par ácido-base conjugado, e CH3COOH e CH3COO- como outro par conjugado, ambos os pares em equilíbrio químico dinâmico.

Brønsted-Lowry versus Lewis[editar | editar código-fonte]

O conceito protônico de ácido-base segundo Brösted-Lowry, em sua generalização, encontra identificação mais imediata e pronta com a concepção comum, empírica e ordinária que se empresta aos ácidos e às bases, enquanto substâncias químicas e enquanto funções químicas com características bem definidas.[5]

O conceito eletrônico de Lewis, por outro lado — embora mais generalista e de ampla utilidade científica — nem sempre encontra semelhante identificação com as concepções comuns, empíricas e ordinárias concedidas aos ácidos e às bases. Nesse sentido, pode-se dar que "quase sempre um ácido (ou base) de Brönsted-Lowry será também um ácido (ou base) de Lewis, mas o inverso nem sempre será verdadeiro".

Referências

  1. R.H. Petrucci, W.S. Harwood, and F.G. Herring, General Chemistry (8th edn, Prentice-Hall 2002), p.666 ISBN 0-132-21075-4
  2. G.L. Miessler and D.A. Tarr, Inorganic Chemistry (2nd edn, Prentice-Hall 1998), p.154 ISBN 0-130-35471-6
  3. Ácidos e Bases de Brönsted-Lowry
  4. a b c d e Teoria ácido-base de Brönsted-Lowry
  5. Ácidos e Bases de Bronsted-Lowry e Lewis

Ver também[editar | editar código-fonte]

Química A Wikipédia possui o:
Portal de Química


Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.