Teoria WZW bidimensional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em física teórica e matemática, a teoria WZW bidimensional [1] , descrita por um modelo sigma não linear com interação não-local, foi originalmente estudada por Witten [nota 1] como uma teoria equivalente aos férmions sem massa não-interativos, proporcionando regras de bosonização não-abelianas para interações fermiônicas teoricas[2] . A ação WZW também é conhecida como o necessário contra-termo de anulação de anomalias quânticas [3] (a quebra de uma simetria clássica ao nível quântico).

Notas

  1. o Modelo Wess-Zumino-Witten (WZW), também chamado de Modelo de Wess-Zumino-Novikov-Witten, é um modelo simples da teoria de campo conforme cujas soluções são realizados por álgebras de Kac-Moody afim. Leva o nome do Julius Wess, Bruno Zumino, Sergei Novikov e Edward Witten.
Portal A Wikipédia possui o
Portal da Matemática.

Referências

  1. Krzysztof Gaw¸edzki (7/agosto/2001). Boundary WZW, G/H, G/G and CS theories. C.N.R.S., I.H.E.S., F-91440 Bures-sur-Yvette, France and Laboratoire de Physique, ENS-Lyon. Página visitada em 1/nov/2013.
  2. The nLab (16 out. 2013). Wess-Zumino-Witten model. The nLab. Página visitada em 5/nov/2013.
  3. Tigran A. Sedrakyan e Victor Galitski (3 Dezembro 2010). Boundary Wess-Zumino-Novikov-Witten model from the pairing Hamiltonian. Joint Quantum Institute and Condensed Matter Theory Center, Department of Physics, University of Maryland. Página visitada em 5/nov/2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.