Terminália (festival)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Terminália (em latim: Terminalia) foi um antigo festival da antiga Roma em honra do deus Término, que era a divindade tutelar das fronteiras.

A sua estátua era uma simples pedra colocada na terra para marcar os limites entre duas propriedades adjacentes. No festival os dois proprietários dos terrenos onde havia tais pedras-estátuas coroavam-nas com flores e formavam uma mesa de altar onde faziam oferendas de grãos, mel e vinho e sacrificavam um cordeiro ou um porco; acabavam cantando ao deus.

O festival público era feito na sexta pedra da via entre Roma e Laurento, supostamente porque aquela era a extensão antiga do território romano em tal direcção. O festival era celebrado em 23 de fevereiro, no dia antes do regifugium ou fugália. Fevereiro era o último mês do ano romano, e o dia 23 de fevereiro o último dia do ano romano.

Religião na Roma Antiga
Festivais
Festas agrárias/rurais: Cereália | Consuália | Férias Latinas | Florália | Fontinália | Fordicídia | Furrinália | Lucária | Meditrinália | Neptunália | Opália | Opiconsiva | Parília | Portunália | Robigália | Sementivae | Vinália | Volcanália | Volturnália

Festas cívicas: Armilústria | Carmentália | Ferália | Larentália | Lemúria | Liberália | Lupercália | Matronália | Poplifúgia | Quirinália | Regifúgio | Saturnália | Terminália | Vestália
Festas militares: Equírria | Quinquátria
Festas do calendário: Agonália | Brumália | Diuália | Matrália
Outras festas: Augustália | Bacanália | Juvenália | Jogos Apolinários | Jogos Plebeus | Jogos Romanos | Jogos Seculares | Nerônia | Parentália