Terrorismo de esquerda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Mais informações podem ser encontradas na página de discussão. Considere também a possibilidade de traduzir o texto das interwikis.

O terrorismo de esquerda (também conhecido como terrorismo marxista/leninista ou terrorismo revolucionário) é uma forma de terrorismo com o objetivo de destruir um sistema capitalista e substitui-lo por uma sociedade socialista.[1] [2]

Conceito[editar | editar código-fonte]

A ideologia de terroristas de esquerda é fortemente influenciada pelo pensamento marxista acrescido com correntes distintas de extrema-esquerda. O grupo terrorista Naródnaia vólia, responsável pelo assassinato do czar Alexandre II da Rússia em 1881, é conhecido como responsável pelo desenvolvimento do conceito de praticar atos terroristas como forma de propaganda pelo ato.[3]

O terrorismo de esquerda costuma ser motivado pela ideologia, enquanto o terrorismo nacionalista ou separatista costuma ser motivado por etnias. Normalmente, o objetivo de terroristas de esquerda é claro e inegociável: derrubar um sistema capitalista e iniciar um governo socialista. Essa rígidez geralmente torna os grupos restritos e específicos. No entanto, muitos membros da esquerda revolucionária mostram solidariedade com grupos de libertação nacional que empregam terrorismo desde que estejam envolvidos em uma luta global contra o capitalismo, como nacionalistas irlandeses, a Organização para a Libertação da Palestina e os Tupamaros.[4]

Referências

  1. Aubrey, Stefan M. The new dimension of international terrorism. Pág. 44-45. Em inglês. Zurich: vdf Hochschulverlag AG, 2004. ISBN 3-7281-2949-6
  2. Moghadam, Assaf. The roots of terrorism. New York: Infobase Publishing, 2006. Pág. 56. Em inglês. ISBN 0-7910-8307-1
  3. "Trial of the Czar's Assassins", 7 de maio de 1881, p. 2. (em inglês)
  4. Brockhoff, Sarah, Krieger, Tim and Meierrieks, Daniel, "Looking Back on Anger: Explaining the Social Origins of Left-Wing and Nationalist Separatist Terrorism in Western Europe, 1970-2007" (2012). Em inglês. Páginas: 3-17-18. APSA 2012 Annual Meeting Paper. http://ssrn.com/abstract=2107193

Ver também[editar | editar código-fonte]