Tersina viridis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaSaí-andorinha
Macho

Macho
Fêmea
Fêmea
Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Subordem: Passeri
Família: Thraupidae
Género: Tersina
Vieillot, 1819
Espécie: T. viridis
Nome binomial
Tersina viridis
(Illiger, 1811)

O saí-andorinha (Tersina viridis) é uma ave passeriforme da família Thraupidae.

Características[editar | editar código-fonte]

O saí-andorinha mede aproximadamente 14 cm de comprimento e pesa, em média, 30 gramas. Apresenta acentuado dimorfismo sexual acentuado: o macho é azul-claro brilhante, com máscara e garganta negras e ventre branco; a fêmea e o imaturo são esverdeados, com máscara cinzenta e um tom mais amarelado nas partes inferiores. A plumagem do macho adulto é adquirida somente após 3 ou 4 anos. A íris dos indivíduos adultos, em ambos os sexos, é vermelha.

Distribuição e habitat[editar | editar código-fonte]

Vive em bordas de mata e em mata de galeria, no topo das árvores. Ocorre do Panamá até o nordeste da Argentina. No Brasil, é encontrada do sul do Amazonas, Pará e Maranhão, Distrito Federal até o Rio Grande do Sul.

Referências

  1. Tersina viridis IUCN, acessado em 26 de abril de 2010
Ícone de esboço Este artigo sobre aves passeriformes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.