Teruo Nakamura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Teruo Nakamura (em japonês 中村輝夫) nasceu em Taiwan. Foi soldado do exército Imperial Japonês durante a Segunda Guerra Mundial, e somente se rendeu em 1974.

Seu nome em língua nativa parece ter sido Attun Palalin. A imprensa de Taiwan se referia a ele como Lee Guan-Rui 李光輝, nome que ele só aprendeu em 1975, após sua reaparição.

Serviço Militar[editar | editar código-fonte]

Nakamura foi um aborígene, provavelmente Amis, da colonização japonesa de Taiwan. Nascido em 1919, ele foi recrutado pela unidade de voluntários de Takasago do Exército Império Japonês em 1943, quando ele tinha 24 anos de idade. Ele foi enviado para Morotai, uma ilha da Indonésia, pouco antes dela ser invadida pelos Aliados, em setembro de 1944, na Batalha de Morotai. Nakamura foi declarado morto em março de 1945.

Após a captura da ilha, passou a morar com outros retardatários na ilha até 1950, quando passou a passar longos períodos por conta própria na ilha. Até 1956 quando decidiu abandonar definitivamente a sua alinça com os outros redutos restantes da ilha e partiu para a construção de uma pequena propriedade de sua autoria, que consistia em uma pequena cabana de em um campo cercado de 20 por 30 metros. Quando perguntado pelo motivo de deixar os outros, Nakamura alegou que os outros haviam tentado matá-lo, no entanto, esta alegação foi negada pelos três outros retardatários, que foram descobertos no final da década de 1950.

Descoberta[editar | editar código-fonte]

A cabana de Nakamura foi descoberta acidentalmente por um piloto em meados de 1974. A embaixada do Japão em Jacarta, Indonésia, solicitou a assistência do governo Indonésio em organizar uma missão de busca, que foi conduzida pela força aérea em Morotai e levou a sua detenção por soldados indonésios, em 18 de dezembro de 1974. Ele foi levado para Jacarta e internado. A notícia da descoberta somente chegou ao Japão em 27 de dezembro de 1974. Nakamura decidiu ser diretamente repatriado para Taiwan, ultrapassando o Japão, e lá morreu de câncer de pulmão cinco anos depois, em 1979.

O repatriamento de Nakamura e a sua persepção no público japonês, foi muito diferente dos remanescentes anteriores, como Hiroo Onoda, encontrado meses antes, sendo uma razão para isso a sua nacionalidade. Nascido em Taiwan, Nakamura era etnicamente Amis e apátridas legalmente. As questões da nacionalidade sempre foram de fundamental importância para o público japonês. Enquanto isso, a embaixada japonesa em Jacarta oferecia repatriar ele, também havendo questões diplomáticas sobre como tratá-lo, no caso dele querer voltar para Taiwan.

No momento em que foi capturado, ele não falou em japonês, nem chinês. Outro problema era que, enquanto Onoda era um oficial, o posto de Nakamura era como o de soldado conscrito de uma colônia japonesa, e era do interesse do governo japonês não suscitar na imaginação do público a colonização japonesa de Taiwan durante a Guerra. Outra questão sensível é a questão dos salários atrasados de pensão do soldado. Como soldado conscrito, Nakamura não tinha direito à pensão desde 1953, após uma mudança na lei em matéria de pensões e, portanto, somente recebeu uma quantia mínima de ¥68000 (seiscentos e oito mil iens), ou se preferir, o equivalente a €$227,59 (duzentos e vinte sete euros e cinquenta e nove centavos) na época. Nakamura levantou um clamor considerável na imprensa, motivando o governo a doar uma grande quantia semelhante ao que tinha sido dado a Ononda, que por sua fez, gerou perguntas sobre sobre os remanescentes anteriores de Taiwan e levou à discussão pública a considerável das diferenças de tratamento dos repatriados japoneses e taiwaneses pelo governo.

No Guinness World Records[editar | editar código-fonte]

Nakamura aparece no livro Guinness World Records 2010, na seção "Últimos"(página 286), como Último veterano da Segunda Guerra Mundial a se render, e está escrito também:"O recruta Teruo Nakamura (Taiwan), soldado a serviço do Exército Imperial Japonês na Segunda Guerra Mundial, só se rendeu em 1974. Baseado na ilha Morotai, Indonésia, tomada pelos Aliados em setembro de 1944, Nakamura permaneceu escondido por muito tempo depois da partida dos Aliados."

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.