Tesouro Nacional do Japão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pavilhão Dourado leste de Kofukuji Kannon de onze faces(ekadaza mukha) Pombo num galho de pessegueiro, pelo Imperador Huizong da Dinastia Song do Norte
Kagenkei Navio Kaen encontrado em Sasayama Karamon (portão chinês), Haiden (oratório), e Honden (edifício principal) em Toshogu
Alguns dos Tesouros Nacionais do Japão

Tesouro Nacional (: kokuhō) são os mais preciosos Bens Culturais Materiais do Japão, como determinado e designado pela Agência de Assuntos Culturais (subsidiária do Ministério da Educação, da Cultura, dos Esportes, da Ciência e da Tecnologia). Um Bem Material Cultural é considerado pela seu valor histórico ou artístico, classificado tanto como "construções e estruturas", quanto por "belas-artes e ofícios". Cada Tesouro Nacional deve apresentar um trabalho excelente, um grande valor para a história cultural mundial, ou valor excepcional para o conhecimento.

Aproximadamente 20% do Tesouro Nacional são estruturas como castelos, templos budistas, santuários xintoístas, ou residências. Os outros 80% são pinturas, rolos, sutras, obras de caligrafia, esculturas de madeira, bronze, laca ou pedra, talhas de cerâmica e laquê, metalurgia, espadas e tecidos, e artefatos arqueológicos e históricos. Os itens abrangem desde o período antigo ao período inicial moderno do Japão anterior ao período Meiji, incluindo peças da mais antiga cerâmica do mundo do período Jomon, e os documentos e textos do século 19. A designação do Palácio Akasaka em 2009 adicionou um tesouro do século 20.

O Japão tem um abrangente legislação para proteger, preservar, e classificar seu patrimônio cultural.[1] O respeito pelas propriedades culturais e sua proteção é típico das práticas de preservação e restauração japonesas.[2] Métodos de proteção aos designados Tesouros Nacionais incluem restrições a alterações, transferências, e exportação, e apoio financeiro em forma de concessões e redução de impostos. A Agência de Assuntos Culturais oferece aos proprietários conselhos sobre restauração, administração, e exibição pública de suas propriedades. Estes esforços são complementados com leis que protegem a paisagem construída das estruturas e técnicas necessárias para a restauração das obras.

Kansai tem grande parte dos Tesouros Nacionais. Kyoto tem cerca de um quinto dos tesouros. Propriedades das belas-artes e ofícios geralmente são propriedades privadas ou estão em museus como os museus nacionais de Tóquio, Kyoto, e Nara, museus públicos prefeitorais e municipais, ou museus privados. Itens religiosos estão geralmente alojados em templos e santuários Shinto ou em museus adjacentes e tesourarias.

Categorias[editar | editar código-fonte]

A Agência de Assuntos Culturais designou os bens materiais culturais como Tesouros Nacionais em treze categorias baseadas em tipos. A agência distingui os entre "construções e estruturas" (建造物, kenzōbutsu?), e "belas-artes e ofícios" (美術工芸品, bijutsu kōgeihin?). Cada categoria principal é subdividida em subcategorias.[3] As 216 propriedades culturais "construções e edifícios" estão separadas em seis categorias; e as 866 propriedades culturais "belas-artes e ofícios", em sete categorias.[4]


Referências

  1. Hickman 2002, p. 15
  2. Jokilehto, 2002, p. 280
  3. Preservation and Utilization of Cultural Properties (PDF) Administration of Cultural Affairs in Japan ― Fiscal 2009. Agency for Cultural Affairs (2009). Página visitada em 2010-05-24. Cópia arquivada em November 10, 2007.
  4. 国指定文化財 データベース (em japonês) Base de dados das Propriedades Culturais Nacionais. Agência de Assuntos Culturais do Japão (1 de dezembro de 2010). Página visitada em 31 de dezembro de 2010.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Tesouro Nacional do Japão
Ícone de esboço Este artigo sobre o Japão é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.