Testamento de Salomão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Testamento de Salomão é um antigo manuscrito pseudepigráfico, atribuído supostamente ao Rei Salomão, no qual ele discorre sobre os 72 demônios e Lúcifer que teria subjugado com o poder de um anel dado pelo arcanjo Miguel e colocado a serviço da construção do grande Templo dedicado a Jeová. A datação do texto é incerta, mas provavelmente foi escrito entre os séculos I e III d.C.

Portal A Wikipédia possui o
Portal do Ocultismo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.