Teucro (filho de Escamandro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Teucro, na mitologia grega, foi um filho de Escamandro, a divindade do rio com o mesmo nome, e da ninfa Ida[1] . Ele tornou-se rei da região que passou a se chamar Teucria.[1] [2] A sua filha Bátia casou com Dardano[1] [3] e Teucro deu-lhe terras, onde fundou uma cidade chamada Dardanus;[1] [2] após a morte de Teucro, Dardano o sucedeu e chamou a terra de Dardânia.[1]

Segundo Phanodemus, citado por Dionísio de Halicarnasso, Teucro era natural da Ática, e pertencia à deme Xypetê.[4] Teucro ficou feliz com a chegada de Dardano e os gregos, pois eles o ajudariam na luta contra os bárbaros e porque ele não queria ver a terra desocupada.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Árvore genealógica baseada em Pseudo-Apolodoro[1] [5] :

 
 
 
 
 
 
 
 
Escamandro
 
 
 
Ida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Zeus
 
 
 
Electra
 
 
Teucro
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dardano
 
 
 
 
 
Bátia
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ilus
 
 
 
 
Erictônio
 
 
 
 
Precedido por
'fundador'
Rei da Teucria
Sucedido por
Dardano

Referências

  1. a b c d e f Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 3.12.1
  2. a b Dionísio de Halicarnasso, Das antiguidades romanas, Livro I, 61.4
  3. Dionísio de Halicarnasso, Das antiguidades romanas, Livro I, 62.1
  4. a b Phanodemus, Atthis, citado por Dionísio de Halicarnasso, Das antiguidades romanas, Livro I, 61.5
  5. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 3.12.2