Théodore Chassériau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Othello e Desdémona em Veneza por Théodore Chassériau.

Théodore Chassériau (1819-1856), pintor francês nascido em Santo Domingo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Théodore Chassériau estudou no estúdio de Jean-Auguste-Dominique Ingres, mas foi subsequentemente fortemente influenciado pelas obras de Paul Delaroche e de Eugène Delacroix, cuja escola seguiu.

Foi um bem conhecido retratista e pintor de cenas históricas e mitológicas. Uma das suas obras, o Tepidarium de Pompeia (1853) está em exposição no Museu do Louvre.

As suas obras mais conhecidas são:

  • Tepidarium de Pompeia (1853);
  • Cavaleiros árabes carregando os seus mortos;
  • Susana e os anciãos;
  • Cristo no Jardim das Oliveiras;
  • Maria Stuart defendendo Rizzio dos Assassinos.

Quando faleceu, deixou diversas gravuras de temas das obras Otelo (15) e Hamlet (30) de William Shakespeare.

Ícone de esboço Este artigo sobre Arte ou História da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.