Théodore de Banville

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Théodore de Banville

Théodore de Banville (Moulins, 14 de março de 1823 - Paris, 13 de março de 1891) foi um poeta e escritor francês .

Discípulo de Vitor Hugo, publicou em 1842 sua primeira coletânea de versos: Les Cariatides, pela qual passou a ser especialmente considerado entre os homens de letras. Dois anos depois, publicou um segundo livro de versos: Les Stalactites, cujo sucesso foi ainda maior.

Tornou-se realmente conhecido após a publicação, em 1857, de suas famosas Odes Funambulesques. Publicou em 1867 Éxilés, que é considerada sua melhor obra. Escreveu ainda várias peças para teatro, entre elas Cousin du Roi (1857 e Socrate et Sa Femme (1885). Também escreveu Petit Traité de Poésie Française (1872). Banville foi um dos últimos poetas românticos da França.

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.