The 13th Warrior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The 13th Warrior
O último viking (PT)
O 13º guerreiro (BR)
1999 • cor • 102 min 
Direção John McTiernan
Roteiro William Wisher Jr.
Warren Lewis, baseado no livro de Michael Crichton
Elenco Antonio Banderas
Vladimir Kulich
Dennis Storhøi
Omar Sharif
Género aventura
País  Estados Unidos
Idioma inglês / norueguês
Página no IMDb (em inglês)

The 13th Warrior (O 13º guerreiro, no Brasil, O último viking, em Portugal) é um filme norte-americano de 1999, dirigido por John McTiernan.

Baseia-se no romance Eaters of the Dead, de Michael Crichton. Foi um fracasso de bilheteira, alcançando uma receita de apenas US$61.698.899 em todo o mundo [1] .

O romance em que o filme se baseia é, por sua vez, inspirado pela tradução para Inglês do relato real de Ahmad ibn Fadlan das suas viagens para cima do rio Volga, no século X [2] . O enredo é, contudo, em grande medida uma adaptação moderna do épico anglo-saxão Beowulf, com elementos extraídos das 1001 noites [carece de fontes?].

O filme esforça-se por atingir uma atmosfera histórica, incluindo o uso de diálogos em Árabe, Sueco, Norueguês, Dinamarquês, Grego e Latim. O actor norueguês Dennis Storhøi co-protagonizou a película como Herger, enquanto o actor sueco Sven Wollter interpretou um velho chefe viquingue. A veterana actriz norueguesa Turid Balke teve também um pequeno mas proeminente papel ao interpretar a feiticeira, assim como a actriz sueco-norueguesa Maria Bonnevie como Olga, a criada.

Originalmente intitulado Eaters of the Dead, o filme começou a ser produzido em Agosto de 1997. Percorreu diversas montagens e remontagens, após assistências de teste não terem reagido bem à montagem inicial. Após terem sido refilmadas diversas cenas, com Crichton como realizador (o que atrasou a saída do filme por mais de um ano), o título foi alterado para The 13th Warrior. O orçamento passou de 85 milhões de dólares para mais de 110 milhões de dólares. Com todas as refilmagens e despesas promocionais, estima-se que o custo final tenha acabado por rondar os 160 milhões de dólares. Com a fraca receita obtida, as perdas terão rondado os 100 milhões de dólares. Porém, o lançamento em vídeo permitiu recuperar algum do dinheiro investido.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Na era de 922, Ahmad ibn Fadlan (Antonio Banderas), um poeta e cortesão árabe, apaixona-se por uma mulher lindíssima, que pertence a outro homem.

O ciumento marido reclama com o califa, que então nomeia Ahmad embaixador na terra de Tossuk Vlad, uma região pobre e longínqua ao norte. Na prática, Ahmad é expulso de sua casa. Por vários meses, Ahmad atravessa a camelo as terras dos povos bárbaros e acompanhado de Melchisidek (Omar Sharif), um velho amigo de seu pai, deambula pela terra dos oguzes, dos azeris e dos búlgaros, até chegar terras dos tártaros, onde é atacado por um grupo desconhecido que acaba por desistir do saque após ver os barcos dos vikings.

Ibn Fadlan é intimidado pelos costumes dos vikings: a sexualidade pura e crua, o descuido com a higiene, os sacrifícios humanos a sangue frio. Até que Ahmad toma conhecimento de uma verdade aterrorizadora: foi escolhido para combater Wendol, um ser que mata vikings e devora-os. Uma vidente faz a revelação que treze guerreiros devem lutar contra estes inimigos, mas o décimo terceiro não pode ser um homem do norte. Assim, Ibn Fadlan luta ao lado dos Vikings num combate que dificilmente será vencido por eles.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Box Office Mojo. Arrecadação de The 13th Warrior, acessado em fevereiro de 2011, em http://boxofficemojo.com/movies/?id=13thwarrior.htm
  2. CRICHTON, Michael. Devoradores de Mortos. Rocco ISBN 8532507166, 1987.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: 13º Guerreiro, O