The Battle of Los Angeles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Battle of Los Angeles
Álbum de estúdio de Rage Against the Machine
Lançamento 2 de Novembro de 1999
Gravação Setembro - Outubro de 1998
Gênero(s) Rap metal, metal alternativo, funk metal
Duração 45:23
Gravadora(s) Epic Records
Produção Brendan O'Brien, Rage Against the Machine
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Rage Against the Machine
Último
Último
Live & Rare
(1998)
Renegades
(2000)
Próximo
Próximo
Singles de The Battle of Los Angeles
  1. "Guerrilla Radio"
    Lançamento: 1999
  2. "Sleep Now in the Fire"
    Lançamento: 2000
  3. "Testify"
    Lançamento: 2000
  4. "Calm Like a Bomb"
    Lançamento: 2000


The Battle of Los Angeles é o terceiro álbum de estúdio da banda ativista norte-americana Rage Against the Machine, lançado em 2 de novembro de 1999 pela Epic Records. Foi lançado mais de três anos após seu segundo álbum, Evil Empire. Entre Evil Empire e The Battle of Los Angeles, a banda lançou um álbum ao vivo, intitulado Live & Rare. Este álbum é o mais recente da banda constituído de material original. The Battle of Los Angeles foi indicado para o Grammy de 2001 de Melhor Álbum de Rock, mas perdeu para There Is Nothing Left To Lose do grupo Foo Fighters.

Informações do álbum[editar | editar código-fonte]

A canção "Calm Like a Bomb" é apresentada nos créditos de The Matrix Reloaded.Os vídeos de "Testify" e "Sleep Now in the Fire" foram dirigidos pelo documentarista Michael Moore. Tanto "Testify" e "Guerrilla Radio" apareceram no vídeo game Rock Band 2,uma inclusa no disco e a outra disponível para download, respectivamente.

O álbum estreou em #1 lugar da Billboard Top 200,vendendo 420,000 cópias na primeira semana. "Guerrilla Radio" foi apresentada no vídeo game Tony Hawk`s Pro Skater 2,embora fortemente editada na versão para Nintendo 64, e também é muito editada no jogo Madden NFL 10. Time e Rolling Stone nomearam-no o melhor álbum de 1999. A revista SPIN o listou na posição #53 dos 100 Melhores Álbuns entre 1985-2005.

A arte da capa do álbum era uma obra de arte original de LA Street Phantom,também chamado Joey Krebs ou Joel Jaramillo, um conhecido artista de Los Angeles, que já expôs em várias galerias em Los Angeles, Nova York e em todo os Estados Unidos. Apesar de alegações contrárias, a imagem não foi inspirada por imagens dos distúrbios de 1992 nas ruas de Los Angeles ou a partir de imagens de Munique, mas pela própria música da banda e palavras, e representa um em uma série de imagens da obra do artista, que também pode ser visto em vários murais de rua em Los Angeles.

The Battle of Los Angeles foi fortemente influenciado pelo romance Nineteen Eighty-Four de George Orwell. "Testify", "Sleep Now in the Fire" e "Born of a Broken Man",entre outras canções, incluem citações diretas ao romance, e mencionam termos-chave de Orweel nas letras. "Voice of the Voiceless" também contém uma citação dos escritos de Mao Zedong.

Saul Williams sampleou "Born of a Broken Man" para sua canção "Om Nia Merican", que apareceu em seu álbum de 2001 Amethyst Rock Star.

Em 2003, o álbum foi classificado número 426 na lista da revista Rolling Stone dos 500 maiores álbuns de todos os tempos.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as músicas escritas e arranjadas pelo Rage Against the Machine e todas as letras escritas por Zack de la Rocha.

  1. "Testify" – 3:30
  2. "Guerrilla Radio" – 3:26
  3. "Calm Like a Bomb" – 4:58
  4. "Mic Check" – 3:33
  5. "Sleep Now in the Fire" – 3:25
  6. "Born of a Broken Man" – 4:41
  7. "Born as Ghosts" – 3:21
  8. "Maria" – 3:48
  9. "Voice of the Voiceless" – 2:31
  10. "New Millennium Homes" – 3:44
  11. "Ashes in the Fall" – 4:36
  12. "War Within a Breath" – 3:36

Edições Austrália e Japão

  1. "No Shelter"

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Rage Against the Machine – Produção, Direção de Arte
  • Zack de la RochaVocal
  • Tim Commerford (credito em "Y.tim.K" e "tim.com") – Baixo
  • Brad WilkBateria
  • Tom Morello - Guitarra
  • Kevin Dean – Assistente de Engenheiro
  • Nick DiDia – Engenheiro
  • Russ Fowler – Engenheiro
  • Kevin Lively – Assistente de Engenheiro
  • Stephen Marcussen – Masterização
  • Brendan O'Brien – Produção, Mixagem
  • Aimee MacAuley – Direção de Arte
  • Roger Sommers – Assistente de Engenheiro
  • Danny Clinch – Fotografia
  • Andrew Garver – Edição Digital
  • Ryan Williams – Engenheiro
  • Michael Parnin – Assistente de Engenheiro
  • Monique Mitzrahl – Assistente de Engenheiro
  • Tim Harkins – Assistente de Engenheiro
  • Karl Egsieker – Assistente de Engenheiro
  • Erin Haley – Coordenação de produção
  • Cheryl Mondello – Coordenação de produção
  • German Villacorta – Assistente de Engenheiro
  • Joey Krebs – Artwork
  • Sugar D – Engenheiro
  • Steven Tirona – Fotografia
  • Eye Cue - Fotografia

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • 1999:# 1 Pick Critic Rolling Stone(Melhor Álbum de 1999)
  • 2000:"Guerrilla Radio" - Grammy Por Melhor Performance De Hard Rock

Referências[editar | editar código-fonte]

1. http://en.wikipedia.org/wiki/The_Battle_of_Los_Angeles_(album)

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Rage Against the Machine é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.