The Corporation (luta profissional)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Corporation
Dupla/Grupo
Nomes Corporation
Membros Vince McMahon(Líder)
Shane McMahon
Big Bossman
Chyna
Triple H
Joey Abs
Pete Gas
Rodney
The Big Show
Ken Shamrock
The Rock
Test
Kane
Shawn Michaels
Sgt. Slaughter
Pat Patterson
Gerald Brisco
Promoções WWF
Estreia November 16, 1998[1]
Abandono 29 de abril de 1999
(foi aliada ao Ministry of Darkness resultando na Corporate Ministry)

The Corporation foi uma stable que atuou na World Wrestling Federation (WWF) no final dos anos 90.

História[editar | editar código-fonte]

O grupo foi reunido e liderado pelo presidente da WWF Vince McMahon, em uma tentativa de garantir o controle da WWF e "esmagar os rebeldes" que foram surgindo no cenário da empresa (como D-Generation X , Mankind e Stone Cold Steve Austin). Anteriormente, McMahon começou a cercar-se de uma comitiva composta por ele mesmo, The Stooges Empresarials (Gerald Brisco e Pat Patterson), Comissário Slaughter e seu segurança pessoal Big BossMan, para ajudá-lo a acabar com as ações rebeldes de Stone Cold Steve Austin, que de acordo com Vince, não estava agindo da maneira que um campeão mundial deveria agir. Para manter a gimmick "corporate", os membros da Corporation adotaram modificações em suas características individuais: por exemplo, The Rock, "The People's Champion", ficou conhecido como "The Corporate Champion", durante a sua permanência no grupo. O grupo posteriormente tornou-se o mais dominante na empresa até o final de 1998, com os membros corporativos The Rock, Ken Shamrock, e The Big Boss Man, assegurando o WWF Championship, o WWF Intercontinental Championship e o Hardcore Championship, respectivamente, além do fato de que Shamrock e BossMan foram tag team champions.

A Corporation foi oficialmente criada em 16 de novembro de 1998, quando Shane e Vince McMahon, juntamente com Big Boss Man (nomeado segurança corporativo do grupo), Comissário Slaughter, Pat Patterson e Gerald Brisco, uniram forças com The Rock, que era da proclamado como "a jóia da coroa", que com a ajuda da Corporation, ganhou o WWF Championship no Survivor Series, e conseguiu mante-lo por três vezes seguidas enquanto parte do grupo.

O grupo começou a atacar o resto do plantel da WWF, bem como, livremente, usava seus golpes políticos e agenda corporativa para impor a sua autoridade sobre outros lutadores. Além de Stone Cold Steve Austin, que era o principal adversário da facção, um popular grupo de rebeldes conhecidos como D-Generation X constantemente se intrometiam nos planos da Corporation, que eram liderados por Triple H, que freqüentemente desafiava The Rock pelo WWF Championship, embora muitas vezes perdesse devido à interferências da Corporation. No entanto, a stable atacava frequentemente Mankind, que ainda estava amargurado com Vince McMahon, por este ter feito ele perder o WWF Championship para The Rock no Survivor Series, por ter tocado o sino quando The Rock o havia submetido em um Sharpshooter, apesar de Mankind não ter dado tap out, recriando o Montreal Screwjob.

The Rock como WWF Champion enquanto membro da The Corporation.

Embora o grupo permanecesse no topo da federação em 1999, os membros começaram a diminuir ao longo do tempo. O então comissário Shawn Michaels foi o primeiro, depois de ser atacado ferozmente pelo grupo em um estacionamento, uma vez que ficou claro que ele começou a tomar decisões que não atendiam a seus interesses (Michaels foi substituido por Sgt. Slaughter, agora comissário Slaughter). A filiação de Kane era instável desde o início, pois os McMahons ameaçaram mandá-lo de volta para um sanatório se ele não cooperasse. Quando a Corporation entrou em uma rivalidade com o Ministry of Darkness, Mr. McMahon foi expulso, e sua posição como líder foi usurpada por Shane, que justificou suas ações, como apontar que Vince não se importava mais com a empresa, e sim apenas com sua irmã Stephanie McMahon, que era a chave que The Undertaker almejava para assumir a WWF (e, assim, ameaçar o poder da Corporation). Brisco & Patterson foram expulsos na mesma noite, com Shane afirmando que não havia espaço na Corporation para os mais experientes, e posteriormente, substituiu-os com a Mean Street Posse. Ken Shamrock foi expulso logo depois, quando ele mostrou mais lealdade para com sua irmã Ryan, que também estava sendo torturada por Undertaker. Test abandonou a equipe em seguida, afirmando que ele sentia que a Corporation não estava mais usando as suas capacidades completas. Finalmente, The Rock foi expulso depois de não conseguir conquistar o WWF Championship de Stone Cold Steve Austin no Backlash. Devido ao comportamento demasiadamente autoritário e excêntrico de Shane, os membros restantes da Corporation o atacaram e ali praticamente acabaram com o grupo.

Com o número de integrantes severamente reduzido, posteriormente a Corporation se fundiu com o Ministry of Darkness para criar o Corporate Ministry (revelando assim que a perda de membros da Corporation foi um processo de eliminação, separando membros leais dos que seriam problemáticos). Não muito tempo depois disso, o Corporate Ministry desmorona quando Vince McMahon perdeu para Steve Austin em uma luta válida pelo WWF Championship, em uma First blood match e com isso, a Corporation foi oficialmente terminada. Obs: A storyline não seguiu adiante devido a uma lesão legítima sofrida por Undertaker.

Mais tarde, em 2000, o resto da Corporation (Shane e Vince McMahon, e os "Stooges") aliaram-se com a D-Generation X, criando a McMahon-Helmsley Faction. Apesar de ser considerado um grupo diferente, seus objetivos e formato eram praticamente idênticos à remanescente Corporation.

Membros[editar | editar código-fonte]

No Wrestling[editar | editar código-fonte]

  • Temas de entrada
    • No Chance in Hell, realizada por Peter Bursuker e composta por Jim Johnston;
    • Corporate Ministry de Peter Bursuker;
    • Corporate Ministry de Peter Bursuker (com frases de Shane).

Títulos[editar | editar código-fonte]

Veja Também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:

Links Externos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas corpdebut