The Dark Crystal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Dark Crystal
O Cristal Encantado (BR)
 Reino Unido
1982 • cor • 93 min 
Direção Jim Henson
Frank Oz
Roteiro Jim Henson
David Odell
Género aventura
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

O Cristal Encantado é um filme de Jim Henson produzido pela ITC Entertainment e dirigido pelo próprio Jim Henson e Frank Oz. Assim como outros projetos de Jim Henson, os personagens são Muppets, embora nenhum deles do Muppet Show pelo qual Jim Henson ficou famoso no mundo inteiro (inclusive no Brasil) aparece neste filme mesmo usando o mesmo elenco de seus intérpretes.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mil anos atrás, o cristal se espatifou, e seus mestres UrSkeks se partiram nos doces Místicos e nos agressivos Skeksis. Uma profecia escrita diz que se um Gelfling manipula o cristal, a paz será restaurada e os UrSkeks reunidos. Devido a este fato, os Skeksis pegam, esfolam e tascam todos os Gelflings.

O último Gelfling sobrevivente de Thra chamado Jen foi salvo e adotado pelos Místicos. Jen é chamado por seu mestre morrendo para uma jornada para manipular o cristal. Com o cristal sob o poder de Jen, a paz voltará a reinar; do contrário, os Skeksis reinarão para sempre. Em sua jornada para o Castelo do Cristal, Jen faz amizade com Kira, uma outra Gelfling. Os dois se apaixonam e assim partem para uma batalha contra os Skeksis.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Quando Jim Henson iniciou a pré-produção do filme, este não tinha script, a não ser apenas um senso de tipo de mundo de fantasia que ele queria montar. Henson começou a visualizar as criaturas habitantes deste mundo neutro até que leu o livrinho O Mundo de Froud com ilustrações de Brian Froud. Henson gostou muito do livro, tal assim que Brian Froud resolveu trabalhar com Jim como desenhista conceitual. Froud disse que, enquanto os Muppets de Jim Henson eram desenhados com um tom cartunístico, seus desenhos eram muito complexos e complicados.

Uma vez que Jim e Brian adaptaram suas idéias para uma trama, David Odell foi chamado para escrever o roteiro. Em julho de 1979, Jim mudou a equipe do projeto de Nova Iorque para Londres, onde ele pôde simultaneamente supervisionar a produção do Muppet Show em sua quarta temporada. Foi lá que a Oficina Muppet construiu os bonecos eletrônicos de látex e pano.

Enquanto os intérpretes dos protagonistas ganharam fama como atores Muppet, os Místicos e outros personagens foram manipulados por mímicos, atores, bailarinos, ginastas e autistas. Toda essa gente fez sua parte nos cenários que, embora concebidos do tamanho do boneco, foram elevados para permitir enorme claridade para manter seus personagens bem vistos (Os bonecos foram controlados através de sistemas de rádio, mecânicos, eletrônicos e hidráulicos.)

Técnicas de efeitos especiais visuais também fizeram o papel de peça chave do filme. Foram usadas maquetes e pinturas de fundo. Também foi usado o cromaqui que permite que a figura gravada pela câmera apareça sobre outra dando impressão de primeiro plano e fundo, assim os bonecos puderam atuar em cenários imensos.

Os Skeksis inicialmente falariam em seu próprio idioma baseado em grego e árabe. No entanto, como o resultado final não saiu conforme planejado, os Skeksis falaram na versão final no idioma atual.

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme custou 15 milhões e foi mal nos cinemas. O péssimo desempenho nas bilheterias foi atribuído à censura do conteúdo sombrio para o público infanto-juvenil e à concorrência com o blockbuster de Steven Spielberg ET, o Extraterrestre. No entanto o filme foi bem recebido pela crítica e foi muito bem nos cinemas japoneses e europeus, fazendo do filme o segundo blockbuster com bonecos de todos os tempos (perdendo para O Mundo Mágico dos Muppets - O Filme) e o segundo blockbuster de Jim Henson até hoje. O filme dominou uma legião de fãs e foi um grande sucesso de vendas no mercado de vídeo e DVD.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

  • Um ano após o lançamento do filme, a Marvel Comics publicou uma edição em quadrinhos adaptada do filme.