The Gun Song

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"The Gun Song"
16º episódio da 4ª temporada de Desperate Housewives
Informação geral
Escrito por: Bob Daily & Matt Berry
Direcção Bethany Rooney
Código de produção 416
Exibição original 18 Maio 2008
Cronologia
Lista de episódios de Donas de Casa Desesperadas

The Gun Song é o 86º episódio da série "Desperate Housewives". É também o 16º episódio da quarta temporada da mesma, e constitui a primeira parte do duplo final da temporada. O episódio foi escrito por Bob Daily e Matt Berry e realizado por Bethany Rooney. Estreou nos EUA em 18 Maio 2008.

Sumário[editar | editar código-fonte]

Susan e Mike tentam encontrar um nome apropriado para o seu filho recém-nascido, e aceitam chamá-lo de Conner. Mas Mike recebe um telefonema da sua mãe, a avisá-lo que o seu avô morreu. Mike quer dar ao seu filho o nome do seu avô em sua honra, e Susan aceita, até se lembrar que o nome dele é Maynard. Susan não quer que o filho se chame Maynard, e tenta desesperadamente mudar o nome de volta para Conner sem que Mike se aperceba disso. Mas Mike apanha-a em flagrante quando uma enfermeira leva para o quarto uma cadeira de rodas com balões que dizem Conner. Mike conta-lhe as coisas que o seu avô Maynard fez por ele e pela sua mãe, e diz que não quer dar ao seu filho apenas um nome, mas um exemplo a seguir. Os dois aceitam que ele se chame Maynard. Lynette é avisada pela sociedade protectora das crianças que está a investigá-la, por ela supostamente ser abusiva em relação a Kayla. O Dr. Dolan avisa Lynette que se quiser manter os seus filhos, tem de se mostrar uma mãe exemplar. Kayla ouve a conversa e queima-se de propósito com o secador de caracóis do cabelo. Lynette é presa por aparentemente ter queimado Kayla, e na esquadra conversa com Tom, e diz-lhe que ele tem que fazer alguma coisa. Tom conversa com Kayla, e quando lhe diz que ela não vai poder morar na mesma casa que Lynette e vai ter de se ir embora, Kayla confessa que inventou tudo e se queimou a si própria, na esperança de que ao contar a verdade possa continuar naquela casa. Mas Tom diz que ela não pode ficar na mesma casa, e Kayla garante que vai continuar a mentir. Mas Tom tinha o Dr. Dolan a ouvir a conversa toda através do seu telemóvel. Mais tarde, Kayla vai morar com os seus avós maternos. Orson continua a perseguir Bree depois de se terem separado, e Bree dá as boas vindas ao Reverendo Michael Green, que acabou de regressar de África. Bree e o Reverendo encontram-se para almoçarem juntos na Scavo Pizzeria, para discutirem planos para um almoço de pessoas seniores, quando Orson entra na pizzaria atrás de Bree. Bree pega na mão do Reverendo na esperança de que Orson os veja e se vá embora. Mas o Reverendo interpreta isto mal e quando a leva a casa atira-se a ela. Bree diz que não quer nada com ele, e o Reverendo irrita-se, pensando que ela o esteve a enganar este tempo todo. No dia seguinte, durante a missa, o Reverendo planeia desmascarar Bree como uma "galdéria" perante todos, mas Orson fica a saber dos seus planos e confronta-o. O Reverendo deixa-o nocauteado, no entanto, e no hospital, Bree pede a uma enfermeira que tome bem conta de Orson, dizendo que ele é um bom homem. Gabrielle e um polícia à paisana, Roy, entram no quarto de Ellie para colocarem microfones escondidos, mas Ellie regressa pois se esqueceu da sua carteira, e Gabrielle e Roy fingem estar envolvidos num caso amoroso para a enganarem. Aborrecida, Ellie conta a verdade a Carlos, que acredita nisto e confronta Gabrielle. Esta explica tudo, e fica chateada com Ellie por ter contado tudo ao seu marido. Mais tarde, Ellie explica a Gabrielle que só contou tudo a Carlos porque a sua mãe uma vez teve um caso e que o seu pai descobriu tudo e abandonou-as. Ellie não quer que o mesmo aconteça a Gabrielle e Carlos porque adora-os. Isto acontece ao mesmo tempo que o traficante de droga se dirige à casa delas e é apanhado pela polícia. Gabrielle abraça Ellie e diz-lhe para fugir pelas traseiras, o que ela faz. Wayne visita Katherine, perguntando-lhe porque é que Dylan não tem uma cicatriz no braço, cicatriz essa resultante de um acidente de bicicleta que ela teve em criança. Katherine conta-lhe que visitaram um cirurgião plástico que removeu a cicatriz em Chicago, mas Wayne não acredita. Ele quer um pouco de cabelo de Katherine para fazer um teste que prove que ela é mesmo a mãe de Dylan, mas Bob e Lee chegam mesmo na hora certa para o impedirem, já que precisam da ajuda de Katherine para organizar a sua cerimónia de casamento. Wayne vai-se embora, mas promete regressar. No dia seguinte, Katherine fica surpreendida por saber que Adam está na sua casa. Ele diz que devem proteger Dylan, o que pode implicar levá-la numa viagem...e nunca mais regressarem. Durante o recital de Dylan, Wayne pede a Adam que o ajude com um pneu furado, mas sem lhe dizer quem ele é. Quando Adam está a mudar o pneu, Wayne atinge o na cabeça com uma peça e deixa-o inconsciente, arrastando-o em seguida para o seu carro. Mais tarde, Adam encontra-se amarrado a uma cadeira num sítio isolado, e Wayne deixa-o finalmente saber quem ele é.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Estrelas convidadas[editar | editar código-fonte]

com

e

Trivia[editar | editar código-fonte]

  • Nicollette Sheridan (Edie Britt), Andrea Bowen (Julie Mayer) e Joy Lauren (Danielle Van De Kamp) não aparecem neste episódio.
  • O título do episódio vem do musical de Stephen Sondheim, "Assassins".
  • Quando o Reverendo grita "won hae", e diz que isso quer dizer "eu quero-te", isso está incorrecto, pois só quer dizer "querer". A forma correcta seria "Nur-rul won hae".