The Human Factor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Novembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O fator humano (The Human Factor, no original em inglês) é um romance de espionagem escrito pelo autor inglês Graham Greene, publicado em 1978 e adaptado para o cinema em 1979.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Maurice Castle é agente do serviço secreto inglês. Quando vivia na África do Sul, foi ajudado por um comunista a tirar do país Sarah, a mulher por quem estava apaixonado. Sentindo-se grato, concorda em colaborar com a URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas). Torna-se um agente duplo.

Passados alguns anos, em Londres, o vazamento de informações é descoberto e o serviço secreto inglês começa uma investigação. A suspeita recai, porém, em Arthur Davis, amigo de Castle, que acaba sendo eliminado.

A narrativa do livro concentra-se em Londres, com algumas referências ao tempo em que Castle viveu na África do Sul.

Além de Castle, Davis e Sarah, participam da trama as seguintes personagens: John Hargreaves, o 'C', chefe do serviço secreto inglês; Doutor Percival, amigo de C e membro desse serviço, que elimina Davis; o Coronel Daintry, também membro do serviço Secreto inglês - ele participa da investigação para descobrir o agente duplo, mas discorda da precipitação do Doutor Percival em eliminar Davis; Sam, o filho de Sarah; e Muller, do serviço secreto sul-africano.