The Incredible Shrinking Man

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Incredible Shrinking Man
O incrível homem que encolheu (BR)
 Estados Unidos
1957 • P&B • 81 min 
Direção Jack Arnold
Roteiro Richard Matheson (roteiro)
Richard Alan Simmons (não creditado)
Elenco Grant Williams
Randy Stuart
April Kent
Género ficção científica
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Incredible Shrinking Man (br: O incrível homem que encolheu) é um filme de 1957 do gênero ficção científica dirigida por Jack Arnold com roteiro adaptado de Richard Matheson de sua novela The Shrinking Man. O filme beira o surrealismo e o humor negro mas não parece ser intencional. As cenas de ação são consideradas bem imaginativas e a relação estranha que se forma entre o casal protagonista é um dos pontos altos do roteiro.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

  • Grant Williams...Scott Carey
  • Randy Stuart...Louise Carey
  • April Kent...Clarice
  • Paul Langton...Charles Carey
  • Billy Curtis...Midget, o anão

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Scott Carey está de férias com sua esposa em um barco no mar, quando avista uma estranha nuvem se aproximando, que ele não sabe que é radioativa. A mulher está dentro da cabine e só Scott acaba entrando em contato com a nuvem. Quatro meses depois, novo incidente ocorre, com Scott se contaminando com um pesticida soltado por um caminhão. A partir daí ele começa a notar que suas roupas parecem estar maiores e que está perdendo peso dia-à-dia. Até que descobre que está a encolher. Os médicos tentam descobrir uma maneira de deter o processo. Quando Scott já está com a altura de 1,10 m, sem trabalho e sem poder sair de casa pois a imprensa já divulgara a sua história, os médicos aparentemente conseguem parar o encolhimento.

Scott se cansa e sai de casa uma noite, se acalmando quando faz amizade com uma artista anã do circo. Mas sua tranquilidade dura pouco, quando percebe que voltou a encolher. Quando está com apenas alguns centímetros de altura, ele é atacado por seu gato doméstico enquanto sua esposa estava fora de casa.

Scott acaba caindo no porão da casa, e a sua esposa ao chegar, não o vê e conclui que ele foi morto pelo gato. No porão, Scott tenta de todas as maneiras sobreviver, encarando desta vez uma enorme aranha que silenciosamente tece sua teia na escuridão.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • No livro a história é contada em flashback. É descrita a vida de Scott no porão até sua batalha com a aranha. Scott e a esposa Louise estão com uma filha de cinco anos de idade chamada Beth. Ele experimenta alguma tensão sexual quando vai tratar com a babysitter de 16 anos de idade de sua filha, Catherine. A relação com sua esposa também fica estranha à medida que ele diminui de tamanho. O solilóquio que fecha o filme não está no livro e foi adicionado ao roteiro pelo diretor, Jack Arnold.
  • O tema do tamanho diminuto e também do gigantesco foi explorado em muitos filmes da época, inclusive no anterior do diretor Jack Arnold, Tarântula, em que comida sintética causa crescimento em animais. Outros filmes foram Them! (1954), The Amazing Colossal Man (1957), Beginning of the End (1957) e Attack of the 50 Foot Woman (1958), que explorou a ideia oposta do crescimento descontrolado. Attack of the Puppet People também é de 1958. Outros filmes, mais recentes, foram Honey, I Shrunk the Kids e Fantastic Voyage. Em 1981 foi lançado o filme The Incredible Shrinking Woman, um remake com Lily Tomlin interpretando a mulher que encolhia de tamanho. Eddie Murphy também retomou o tema em um de seus filmes recentes.
  • Matheson escreveu o roteiro para uma sequência, The Fantastic Shrinking Girl, que nunca foi produzida. Entretanto, a história (que conta Louise Carey seguindo seu marido até o mundo microscópico) apareceu numa coleção chamada "Unrealized Dreams", publicada pela Gauntlet Press em 2006.
  • O livro de não-ficção de Stephen King, "Danse Macabre", possui um capítulo chamado "Shrinking Man".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]