The Killing (série de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Future Icon.svg
The Killing é uma série em exibição.
As informações podem mudar rapidamente. Editado pela última vez em 9 de setembro de 2014.
The Killing
Informação geral
Formato Série
Duração 45 minutos (aprox.)
Criador(es) Veena Sud
País de origem  Estados Unidos
 Canadá
Idioma original Inglês e Persa
Produção
Produtor(es) Aaron Zelman
Elenco Mireille Enos
Billy Campbell
Joel Kinnaman
Michelle Forbes
Brent Sexton
Kristin Lehman
Eric Ladin
Exibição
Emissora de
televisão original
AMC (2011 - 2013)
Netflix
Transmissão original 3 de abril de 2011 - presente
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 38

The Killing é uma série de televisão de drama dos Estados Unidos baseado no seriado dinamarquês Forbrydelsen. A versão americana foi desenvolvida por Veena Sud e produzida pela Fox Television Studios e pela Fuse Entertainment.A primeira temporada da série, composta por 13 episódios de uma hora cada, estreou no canal a cabo AMC em 3 de abril de 2011, com uma premiere de duas horas. O AMC anuciou em junho de 2012 que não iria mais transmitir a série, mas depois de uma renegociação com a Fox Television Studios e com a Netflix, a emissora desistiu do cancelamento e renovou a série para uma terceira temporada. O primeiro episódio da terceira temporada foi ao ar dia 2 de junho de 2013 nos Estados Unidos, sendo assistido por 1,8 milhões de pessoas. Após o encerramento da terceira temporada, "The Killing" foi novamente cancelada em setembro de 2013 pela AMC, mas terá sua quarta e última temporada transmitida pela Netflix. [1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Situada em Seattle, Washington, a série segue a investigação sobre o assassinato da adolescente Rosie Larsen, com cada episódio, cobrindo aproximadamente 1 dia. A primeira temporada cobre as duas primeiras semanas da investigação e tem três histórias principais: a investigação policial sobre o assassinato de Rosie, as tentativas de sua família de lidar com a dor da perda de Rosie e uma campanha política que se torna envolvida no caso.

Produção[editar | editar código-fonte]

O piloto foi encomendado pela AMC em meados de janeiro de 2010, e em agosto do mesmo foi ordenado uma temporada completa do seriado. A série é filmada em Vancouver, Canadá, cujas filmagens começaram a ser feitas em 2 de dezembro de 2010.O piloto foi escrito pelo criador e produtor executivo da série Veena Sud e é dirigido por Patty Jenkins . Em contraste com a série original dinamarquês, o produtor executivo Veena Sud explicou: "Estamos criando nosso próprio mundo. Nós estamos usando a série dinamarquesa como um projeto, mas nós somos do tipo de criar o nosso próprio mundo, nosso mundo de suspeitos e, potencialmente, em última análise, que matou Rosie Larsen." Sud descreve a série como "uma narrativa lenta e de suspense no sentido de que cada momento não é embelezado ou disfarçado.Que a série é capaz de ir a todos os tipos de lugares os escuros, os bonitos, os trágicos, de uma forma que uma história deve ser contada."

Recepção[editar | editar código-fonte]

A estréia da série recebeu elogios da crítica.Tim Goodman do The Hollywood Reporter deu à série uma análise muito positiva, chamando-a de "excelente e viciante Quando cada episódio termina, você por muito tempo que ver os próximos - um marco de grandes dramas. " Goodman também elogiou Mireille Enos, intérprete da detetive de homicídios durona Sarah Liden. Os episódios subsequentes do piloto foram recebidos com menor elogios por alguns críticos, criticando a dependência do show em cima cada vez mais implausível pistas falsas para conduzir cada episódio, e a retenção de detalhes sobre origens de cada personagens, especialmente Rosie, tornando-os difíceis de relacionar.

Audiência[editar | editar código-fonte]

A estréia de The Killing foi a segunda maior estréia de série original após The Walking Dead na AMC. A estréia atraiu 2,7 milhões de espectadores.A premiere do Reino Unido no Channel 4 trouxe em 2,2 milhões de espectadores.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Elenco secundário[editar | editar código-fonte]

  • Brandon Jay McLaren como Bennet Ahmed, um professor de Rosie
  • Callum Keith Rennie como Rick Felder, o noivo de Sarah
  • Kacey Rohl como Sterling Fitch, a melhor amiga de Rosie
  • Patrick Gilmore como Tom Drexler, um rico empresária que financia a campanha de Darren
  • Richard Harmon como Jasper Ames, ex-namorado de Rosie
  • Lee Garlington como Ruth Yitanes, vereadora que apoia a candidatura de Darren
  • Liam James como Jack Linden, o filho de Sarah
  • Ashley Johnson como Amber Ahmed, esposa do professor Bennet Ahmed
  • Garry Chalk como Lt. Michael Oakes, chefe de Sarah e Stephen na divisão de homicídios

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

The Killing teve aclamção por parte da crítica especializada. Em sua 1ª temporada, com base de 24 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 84% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 8.0, usada para avaliar a recepção do público.[2]

Indicações e prêmios[editar | editar código-fonte]

A série foi indicada para três prêmios no 1st Critics' Choice Television Awards.A primeira nomeação foi para Melhor Série de Drama, enquanto as atrizes Mireille Enos e Michelle Forbes foram indicadas para Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante, respectivamente.

Referências

  1. Bibel, Sara (02 de junho de 2013). Will 'The Killing' Premiere Kill It in the Ratings? - Poll (Updated w/Ratings) ZAP2it..
  2. The Killing (em inglês) Metacritic. Página visitada em 9 de setembro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]