The King Is Dead

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


"The King Is Dead"
7º episódio da 2ª temporada de Family Guy
The King is Dead.jpg
A interpretação de Peter em O Rei e Eu.
Informação geral
Escrito por: Craig Hoffman
Direcção Monte Young
Código de produção 1ACX15
Exibição original 28 de março de 2000
Cronologia
Último
Último
"Death Is a Bitch"
"I Am Peter, Hear Me Roar"
Próximo
Próximo
Family Guy (segunda temporada)
Lista de episódios de Family Guy

"The King Is Dead" (em português, "O Rei Está Morto") é um episódio da série animada da FOX Uma Família da Pesada. É o décimo quarto a ser exibido de toda a série. Foi produzido para ser o último episódio da primeira temporada, mas foi ao ar na segunda temporada.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Lois é nomeada diretora do grupo de produção do teatro Quahog Players, já que o diretor anterior morreu. Ela decide produzir O Rei e Eu. Quando Peter faz uma péssima apresentação na audição para a peça, com a música tema de Elo Perdido, sua esposa nomeia-o como produtor na esperança de mantê-lo fora do caminho, mas ele gradualmente vai tomando posse da produção da peça, mudando radicalmente a história. Coloca a jornalista local Diane Simmons como Anna, em tentativa de fazer um teatro perfeito para si próprio e Lois.

Peter também adiciona um material inspirado em The Jerry Springer Show e Flashdance. Depois, Lois encontra todos discutindo sobre a "brilhante" ideia de Peter: as crianças siamesas (de Siam) não seriam crianças, mas aliens. Todos concordam com a proposta, mas Lois odeia isso. Em seguida, as ideias de Peter para a peça ajudam na popularidade da mesma, que tem todos os seus ingressos vendidos. Em vez de torcer para o sucesso assim como todos, Lois se demite com extrema raiva de Peter e deixa-o no papel de diretor. Ela tenta se vingar do marido, fazendo "mudanças criativas" em seu café da manhã (como substituir ovos por peixe). As mudanças constantes de Peter deixam Diane frustrada, que desiste do personagem, fazendo com que ele tenha que interpretar o papel de Anna.

A versão de Peter de O Rei e Eu descreve um futuro apocalipse que ocorre no mundo arruinado de 2015 depois da nona guerra nuclear mundial (referência a Akira). O mundo "é um cruel futuro preenchido com grandes explosões e nudez parcial", governado por um rei autoritário interpretado por Brian. ANNA é um "Andróide Neo-humano Nuclear Autômato", um robô ninja do planeta Inglaterra enviado para salvar o mundo da tirania do rei. ANNA luta kung fu com o rei e vence, transformando Siam nos Estados Unidos.

Lois vai na estreia apenas para ver Peter sendo humilhado por arruinar a história, mas, para seu espanto, raiva, desapontamento e descrença, o teatro foi um sucesso. Ela xinga a audiência que aplaude a peça, afirmando que isso tudo era um exemplo de puro lixo. Peter fica envergonhado, mas solta um espantoso e longo flato no local, escutado por todos, que aplaudem novamente e ignoram Lois, fazendo Peter se tornar uma das pessoas mais populares de Quahog. Depois, o diretor volta de uma festa comemorativa, mas agradece Lois por lhe dar uma chance de se expressar e fazer a peça algo possível (como se ela tivesse saído para fazê-lo popular, embora seja claro que fez isso para humilhá-lo). Lois, se sentindo um pouco envergonhada pelo jeito que agiu, admite que não confiava no trabalho do marido, e também admite que o teatro foi bom, de modo que as pessoas acharam divertido. Peter fica tocado com suas palavras e promete que devolverá o emprego de diretor a ela no próximo ano, e imediatamente pergunta, "Ei, você estava lá quando eu peidei?"

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Em sua avaliação de 2008, Ahsan Haque da IGN classificou o episódio em 9/10, dizendo que "O Rei Está Morto" é um "entretenimento do começo ao fim" e que teve "uma história bastante completa". Também afirmou que o episódio contém "muitas piadas chamativas e algumas referências que somente podem ser entendidas após assistir o episódio várias vezes".[1]

Referências

  1. Haque, Ahsan. Family Guy: "The King Is Dead" Review IGN. Visitado em 02-12-2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por:
Death Is a Bitch
Family Guy (segunda temporada) Sucedido por:
I Am Peter, Hear Me Roar