The Lost City (1935)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Lost City
A Cidade Perdida[1]  (PT)
A Cidade Infernal[2] [3]  (BR)
 Estados Unidos
1935 • P&B • 12 capítulos, 240 min 
Direção Harry Revier
Produção Sherman S. Krellberg
Roteiro Zelma Carroll
Geo. M. Merrick
Robert A. Dillon
Eddie Granemann
Leon D'Usseau
Perley Sheehan
Elenco William "Stage" Boyd
Kane Richmond
Claudia Dell
Josef Swickard
Gênero Aventura
Idioma inglês
Música Lee Zahler
Direção de arte Ralph Berger
Cinematografia Edward Linden
Roland Price
Edição Holbrook Todd
Distribuição Super Serial Productions Inc.
Principal Distributing
Lançamento Estados Unidos 6 de março de 1935
Estados Unidos 1935 (versões II e III)
Estados Unidos 1940 (versão IV)
Estados Unidos 1966 (versão TV)
Portugal 28 de dezembro de 1936[1]
Página no IMDb (em inglês)

The Lost City (algumas vezes conhecido como City of Lost Men) é um seriado estadunidense de 1935, gênero aventura, dirigido por Harry Revier, em 12 capítulos, estrelado por William "Stage" Boyd, Kane Richmond, Claudia Dell e Josef Swickard. O seriado foi uma produção independente, produzido pela Super Serial Productions Inc. e distribuído por Super Serial Productions Inc. e Principal Distributing, veiculando nos cinemas estadunidenses a partir de 6 de março de 1935.

Foi a única produção do estúdio Super Serial Productions,[4] que produziu as 5 versões veiculadas do mesmo seriado, originalmente lançado em 6 de março de 1935, e distribuiu as duas primeiras versões.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O cientista Bruce Gordon chega a uma área isolada na África, depois de perceber que uma série de catástrofes naturais eletricamente induzidas foi detectada na área. Lá ele encontra Zolok, último dos habitantes da Lemúria (continente), em um secreto complexo sob uma montanha.

Zolok havia criado as catástrofes naturais como um prelúdio à sua tentativa de dominar o mundo, mantendo refém um brilhante cientista, Dr. Manyus, ao lado de sua filha. Ele também havia forçado Manyus a criar escravos gigantes, como um exército privado. Ao longo do seriado, descobre-se que Manyus também conquistou outra tribo, os adoradores de aranha Wangas, que são anões brancos. Os heróis escapam de Zolock, encontram Queen Rama e sobrevivem a muitas aventuras angustiantes antes de retornar para a cidade perdida e parar o plano de Zolok.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Capítulos[editar | editar código-fonte]

  1. Living Dead-Men (27min 51s)
  2. The Tunnel of Flame (20min 42s)
  3. Dagger Rock (19min 52s)
  4. Doomed (18min 30s)
  5. Tiger Prey (19min 31s)
  6. Human Beasts (18min 25s)
  7. Spider Men (17min 04s)
  8. Human Targets (17min 36s)
  9. Jungle Vengeance (23min 04s)
  10. The Lion Pit (18min 21s)
  11. Death Ray (20min 31s)
  12. The Mad Scientist (18min 23s)

Fonte:[6]

Versões do seriado[editar | editar código-fonte]

O produtor Sherman S. Krellberg realizou o seriado em várias versões diferentes ao longo do tempo, talvez um recorde para as versões seriais. Após o lançamento original em 6 de março de 1935,[7] a primeira versão consistia nos três primeiros episódios do seriado e o primeiro rolo do quarto episódio editados juntos e complementados com cenas que não faziam parte do seriado;[8] a segunda versão[9] foi compilada do material do primeiro e dos últimos quatro capítulos, omitindo as aventuras com os traficantes de escravos, o Spider People e a rainha Queen Rama, mas terminando normalmente o seriado. Essas duas versões foram feitas e lançadas em 1935, e ambas foram chamadas de The Lost City. A primeira delas também foi projetada para ser seguida sucessivamente pelos capítulos restantes do seriado.

Nos anos 1940, Krellberg criou uma nova versão,[10] que incorporou material das aventuras com os escravos, o Spider People e a rainha Queen Rama, e recebeu o título City of Lost Men. Finalmente, na década de 1960, ele tomou a primeira versão e desajeitadamente editou, no final, a maioria das filmagens arquivadas do último capítulo, criando um abismo de continuidade e anexando o título de City of Lost Men.[11]

Não está claro se a última versão teve um lançamento nos cinemas ou se foi diretamente para a televisão. A primeira City of Lost Men parece estar perdida, e vídeos e DVDs sendo vendidos sob esse título são provenientes da versão final.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Download or view online[editar | editar código-fonte]