The Machine Stops

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

The Machine Stops é um conto de ficção científica escrito em 1909 pelo escritor britânico Edward Morgan Forster. Depois de uma primeira publicação em The Oxford and Cambridge Review (novembro de 1909), a história foi publicada novamente no The Eternal Moment and Other Stories, de Forster, em 1928. Após ter sido votada como uma das melhores histórias de ficção científica até 1965, a história foi incluída no mesmo ano na antologia Modern Short Stories.1 Em 1973 ela também foi incluída no The Science Fiction Hall of Fame, Volume Two.

A história descreve um futuro tecnológico no qual os humanos vivem no sub-solo terrestre, sob o controle da "Máquina", e aborda alguns dos temas essenciais dos estudos de ciência, tecnologia e sociedade contemporâneos.

Referências

  1. Modern Short Stories, S. H. Burton ed., Longman Heritage of Literature series, Longman Group Ltd, Great Britain, primeira publicação em 1965, sexta impressão em 1970

Ligações externas[editar | editar código-fonte]